Morre terceira vítima do atentado de PM que matou esposa grávida e oficial em PE

COMPARTILHE !!
Por: FolhaPress  Data: 22/12/2022 às 05:57
Imagem: Reprodução

A terceira vítima baleada por um soldado da Polícia Militar de Pernambuco (PMPE) não resistiu aos ferimentos e morreu na noite da segunda-feira, dia 20. Aline Maria Lopes dos Prazeres de Luna, 42, era major e exercia a função de subcomandante. A informação foi confirmada pela Secretaria de Defesa Social do Estado de Pernambuco.

Conforme apurado pela reportagem, Guilherme Barros matou a tiros a esposa, grávida de três meses, antes de invadir um batalhão da polícia e atirar contra militares. O crime foi registrado no final da manhã desta segunda-feira.

O soldado foi encontrado morto nas dependências do 19º Batalhão da Polícia Militar (BPM), no bairro do Pina, na Zona Sul do Recife, onde estava lotado atualmente. A suspeita é que ele tenha tirado a própria vida.

Relembre o caso:

Em nota, a SDS (Secretaria de Defesa Social) informou que as forças de segurança estão atuando de forma integrada “para dar o suporte necessário aos feridos, colegas e familiares, além de investigar e coletar elementos que ajudem a elucidar as circunstâncias e a motivação dessa tragédia.”

A pasta ainda disse que, no momento, “não é possível repassar outras informações e é prematuro fazer conjecturas.”

O governador de Pernambuco, Paulo Câmara, informou que prestará assistência às vítimas. “Determinei ao secretário de Defesa Social, Humberto Freire, e à Secretária da Mulher, Ana Elisa Sobreira, que prestem toda a assistência aos policiais militares baleados e aos familiares das vítimas fatais da ação criminosa do soldado Guilherme Barros.”

Pelo Instagram, a Secretaria de Defesa Social publicou uma nota de pesar. “As forças de segurança lamentam profundamente essa perda irreparável e se solidarizam com seus companheiros de tropa, amigos e, principalmente, familiares. Ela lutou bravamente pela vida, mas não resistiu aos ferimentos.