Policial mata esposa grávida, invade batalhão da PM, atira contra colegas de farda e comete suicídio

COMPARTILHE !!
Por: JCOnline  Data: 20/12/2022 às 13:16
Imagem: Reprodução

Um soldado da Polícia Militar matou a tiros a esposa, que estava grávida, no município do Cabo de Santo Agostinho, no Grande Recife, na manhã desta terça-feira (20). Em seguida, ele atirou contra colegas de farda na sede do 19º batalhão da Polícia Militar, no bairro do Pina, Zona Sul do Recife. Depois, o PM cometeu suicídio.

As informações iniciais repassadas por policiais militares à TV Jornal são de que o policial assassinou a esposa dentro de casa. Ela chegou a ser socorrida e encaminhada à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Cabo, onde faleceu. Ela teria sido atingida por sete tiros. O nome da vítima ainda não foi informado oficialmente.

Depois de matar a esposa, o soldado da PM seguiu para o batalhão onde está lotado. Quatro colegas de farda foram baleados – um deles, um tenente, morreu na hora. Depois, o soldados se matou.

Feridos, uma major e um cabo do 19° Batalhão foram encaminhados ao Hospital Português. “Até este momento, a Instituição não tem autorização para divulgar o estado de saúde dos pacientes”, informou a assessoria da unidade de saúde.

Já um sargento baleado de raspão na cabeça foi levado para o Hospital da Restauração (HR), na área central do Recife. O ferimento não foi invasivo e foi feita uma sutura. Ele já recebeu alta.

As forças de segurança estão atuando de forma integrada, neste momento, para dar o suporte aos feridos, investigar e coletar elementos que ajudem a elucidar as circunstâncias e a motivação dessa tragédia envolvendo policiais do 19º batalhão e a mulher de um policial. No contexto atual, não é possível repassar outras informações e é prematuro, além de irresponsável, fazer conjecturas.

Neste momento de dor e comoção, solicitamos compreensão e respeito às vítimas, familiares, colegas de profissão e demais envolvidos. Oportunamente, faremos novos esclarecimentos. As polícias Militar, Civil, Científica e o Corpo de Bombeiros, além de outros órgãos, estão dedicados ao trabalho.