Gestor da Equatorial é denunciado pela morte de menino eletrocutado por fio caído na rua

COMPARTILHE !!
Por: Ascom MP/AL  Data: 17/10/2022 às 09:58
Imagem: AlagoasWeb/Fotomontagem

O Ministério Público de Alagoas (MPAL) apresentou denúncia contra o gerente operacional da empresa Equatorial Energia pela morte de criança de 8 anos, fatalidade ocorrida em janeiro de 2022. De acordo com a denúncia, o menino brincava na rua, quando foi eletrocutado por fiação de poste de energia que se encontrava caída no chão.

Relembre: Criança morre vítima de choque após fio elétrico de poste se partir e cair na rua

De acordo com o MP, a tia do menino havia entrado em contato com a Equatorial horas antes do incidente para relatar problemas no fornecimento de energia e também sobre a questão da fiação elétrica. Na denúncia, o Ministério Público afirma que o caso ocorrido em janeiro não é um fato isolado, com outros episódios similares em Alagoas relacionados aos serviços da Equatorial.

Como o denunciado é encarregado pela gerência operacional de atendimento da empresa, o MPAL aponta que ele deve responder pelo resultado da morte do menino, pois estava sob a sua responsabilidade atuar e evitar a fatalidade.

No documento, o MP trata sobre indenização a ser paga à família da vítima visando minimizar os danos sofridos. “Logo, vê-se que é inegável o direito a uma indenização aos pais da vítima (Sra. Valéria Santos Feitosa e Sr Elias de Jesus Pedro), tendo em vista que a morte de um filho gera um dano e uma dor imensuráveis”, consta no texto.

O Ministério Público pede que, recebida e autuada a denúncia, seja instaurada contra o gerente da Equatorial ação penal incondicionada. O órgão também solicita que sejam intimadas as testemunhas listadas no documento e que seja enviado ofício ao Instituto de Identificação objetivando o envio da Folha de Antecedentes Criminais do denunciado.

Nota de esclarecimento – Equatorial

A Equatorial informa que está analisando o teor da denúncia feita pelo Ministério Público Estadual. Reitera que lamenta o ocorrido e ressalta que confia no procedimento adotado por seus colaboradores e no esclarecimento dos fatos perante a justiça.

Assessoria de Imprensa da Equatorial Alagoas