Veja 5 estados onde o salário mínimo é mais alto que o piso nacional

COMPARTILHE !!
Por: Jornal Contabil  Data: 05/12/2022 às 06:07
Imagem: Reprodução

O salário mínimo nada mais é que o valor base pago mensalmente a trabalhadores e beneficiários do INSS. Em suma, nenhuma das classes pode receber quantias inferiores ao piso nacional vigente, definido pelo Governo Federal no início do ano. 

Todo ano, a base salarial é reajustada, de modo que o novo valor deve, ao menos, acompanhar a inflação acumulada no ano anterior, conforme estabelecido pela Constituição brasileira. A medida é aplicada no intuito de, basicamente, evitar a perda do poder de compra do trabalhador. 

Em 2022, o salário mínimo segue o valor de R$ 1.212, mas logo em janeiro do próximo ano haverá a implicação de uma nova correção. De acordo com as pretensões do novo governo eleito, o piso nacional pode subir para R$ 1.320 em 2023, trazendo ganhos reais aos brasileiros pela primeira vez em quatro anos. 

Além do salário mínimo determinado pela Federação, existem estados que adotam piso regionais que, inclusive, já são maiores que os atuais R$ 1.212 definidos para 22 das 27 unidades federativas. Vale lembrar que, por lei, as bases salariais estaduais não podem ser inferiores ao piso nacional. 

5 estados com salário mínimo mais alto 
Em geral, os estados utilizam o índice da inflação medido pela União, que segundo a lei orçamentária está, atualmente, em 7,4%. Além disso, também são considerados fatores ligados a reivindicações de sindicatos das categorias profissionais para definir o salário mínimo regional. 

Sem mais delongas, confira quais são os 5 estados brasileiros que adotam salários mínimos maiores que o valor definido pela União. 

Unidades Federativas (estados)Salário mínimo adotado
Rio de Janeiro Varia entre R$ 1.238,11 e R$ 3.158,96, de acordo com a categoria;
Rio Grande do SulVaria entre R$ 1.237,15 e R$ 1.567,81, de acordo com a categoria.
Santa Catarina Varia entre R$ 1.215 e R$ 1.391, de acordo com a categoria
São PauloVaria entre R$ 1.163,55 a R$ 1.183,33, de acordo com a categoria
Paraná Varia entre R$ 1.383,80 a R$ 1.599,40,de acordo com a categoria

Salário mínimo ideal 
Conforme pesquisas do Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos), o salário mínimo deveria ser cerca de 5 vezes maior que o valor em vigência. O levantamento indica que o piso ideal seria de R$ 6.754,33, considerando uma família de 4 integrantes, com dois adultos e duas crianças.

Para chegar na cifra o departamento, leva em conta, especialmente, o preço médio da cesta básica, mercadoria que vem frequentemente ficando mais cara. Além disso, a conclusão da pesquisa também considera fatores ligados à determinação constitucional que garante ao cidadão, alimentação, saúde, educação, moradia, previdência, lazer e vestuário.