Tubarão-branco bate recorde de salto em ataque para pegar foca

Tubarões já são bastante assustadores (obrigado, Steven Spielberg!) se a gente só imaginar eles debaixo da água. Agora, imagine uma fera como essa saltando vários metros acima da água, para aniquilar uma presa? Por mais assustador que seja, também é um registro impressionante da vida selvagem em sua forma mais pura. Fonte: Discovery/Reprodução Essa foto foi tirada em Mossel Bays, na África do Sul, a cerca de 380 quilômetros da Cidade do Cabo. Ela foi a ganhadora da edição 2020 do AirJaws, do canal Discovery: um programa em que vários experts competem para captar o melhor salto de tubarão-branco — a ideia, também, é conscientizar os espectadores sobre a preservação da espécie. Um resultado justo, já que a foto realmente é impressionante, não é mesmo? O salto de tubarão mais alto já registrado

COMPARTILHE
Por: MegaCurioso  Data: 19/08/2020 às 14:22
Fonte de Imagem: Discovery/Reprodução

Tubarões já são bastante assustadores (obrigado, Steven Spielberg!) se a gente só imaginar eles debaixo da água. Agora, imagine uma fera como essa saltando vários metros acima da água, para aniquilar uma presa? Por mais assustador que seja, também é um registro impressionante da vida selvagem em sua forma mais pura.

Fonte: Discovery/ReproduçãoFonte: Discovery/Reprodução

Essa foto foi tirada em Mossel Bays, na África do Sul, a cerca de 380 quilômetros da Cidade do Cabo. Ela foi a ganhadora da edição 2020 do AirJaws, do canal Discovery: um programa em que vários experts competem para captar o melhor salto de tubarão-branco — a ideia, também, é conscientizar os espectadores sobre a preservação da espécie. Um resultado justo, já que a foto realmente é impressionante, não é mesmo?

O salto de tubarão mais alto já registrado

Mais do que ganhar o AirJaws de 2020, esse tubarão-branco da foto bateu todos os recordes do programa, desde 2001: seu salto foi de 4,57 metros — um salto comum da espécie costuma ter entre 2,4 e 3 metros. 

Os tubarões saem da água, dessa forma, como parte de sua estratégia de caça: assim, eles imobilizam e capturam presas que nadam rapidamente, como uma foca. Mas esses saltos não são muito frequentes, já que eles demandam muita energia. Isso torna o salto da foto um registro ainda mais especial. Veja mais:

Fonte: Discovery/ReproduçãoFonte: Discovery/Reprodução

Fonte: Discovery/ReproduçãoFonte: Discovery/Reprodução

Fonte: Discovery/ReproduçãoFonte: Discovery/Reprodução