TSE obriga PT de Lula apagar propaganda que associa Bolsonaro à pedofilia

COMPARTILHE !!
Por: O Globo  Data: 26/10/2022 às 08:29
Imagem:

A ministra Maria Isabel Gallotti, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), determinou a suspensão de propaganda do PT que associa o presidente Jair Bolsonaro (PL) à pedofilia. A peça tem como base o episódio em que ele disse que “pintou um clima” com meninas venezuelanas de 14 e 15 anos durante um passeio de moto no ano passado.

A ministra avaliou que a propaganda tem falas descontextualizadas do presidente sobre a defesa do armamento e também tem a intenção de vincular Bolsonaro à pedofilia.

“Verifico que a propaganda impugnada, no vídeo de ID 158278826, de 00:04:57 a 00:05:10, também tem a finalidade de incutir no eleitor a vinculação do representante à pedofilia, “Isso vai proteger os pedófilos. Por que será? Pesquise no Google Bolsonaro 14 anos e tire suas conclusões”, afirma a ministra.

Segundo a campanha de Bolsonaro, a propaganda do petista se vale de “subterfúgios” para fazer menção ao caso que já não poderia ser citado em propaganda, de acordo com decisão anterior do ministro Alexandre de Moraes.

Gallotti ressaltou a decisão do ministro, que considerou que o uso dessas afirmações do presidente contém “grave descontextualização” e “aparente finalidade de vincular a figura do candidato ao cometimento de crime sexual”.