Trabalhador tem até amanhã para sacar R$ 1 mil do FGTS

COMPARTILHE !!
Por: Jorna Contabil  Data: 14/12/2022 às 06:14
Imagem: AlagoasWeb/Arquivo

Termina nesta quinta-feira (15), o prazo para o trabalhador fazer o saque extraordinário do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço), no valor de R$ 1 mil. De acordo com a Caixa Econômica Federal, aproximadamente 12 milhões de brasileiros não efetuaram o saque extraordinário, o que corresponde a R$ 8 bilhões, ou 25,2% do valor creditado para os trabalhadores.

Desde abril deste ano, o saque extraordinário do FGTS está disponível para retirada de valores que podem chegar a R$ 1 mil, conforme o saldo na conta vinculada do trabalhador. Podem fazer o pedido aqueles que não receberam o valor automaticamente pelo aplicativo Caixa Tem ou que receberam, mas não movimentaram o dinheiro no prazo de 90 dias. 

Como fazer o pedido
O próprio aplicativo do FGTS pedirá que o trabalhador faça o pedido de saque, bastando clicar no botão “Solicitar saque”, de cor laranja

Em seguida clique em “Confirmar” para autorizar a abertura de conta poupança social da Caixa em seu nome. Essa é a única opção para receber os recursos do FGTS

Depois aparecerá a seguinte mensagem: “A Caixa irá processar a solicitação e caso esteja tudo certo, o valor será creditado em sua conta”.

Cada trabalhador poderá sacar até R$ 1 mil — mesmo que tenha mais de uma conta vinculada do FGTS. Mesmo que você tenha R$ 20 mil de saldo, só poderá retirar R$ 1 mil. Aqueles que tiverem menos de R$ 1 mil nas contas, poderão sacar menos.

Como consultar?
Para o trabalhador consultar o saque extraordinário do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) será necessário:

Pelo site:

  • Acessar o site www.fgts.caixa.gov.br
  • Na página inicial, escolha a opção “Saque Extraordinário do FGTS” e clique em “Consulte aqui”
  • Informe o CPF ou o número do PIS
  • Clique em “Não sou um robô”, selecione as imagens pedidas pelo sistema e clique em “Verificar”
  • Informe a senha usada para consultar o extrato do FGTS. Caso o trabalhador não se lembre ou não a tenha, clique em “Cadastrar/recuperar senha”
  • Cadastre seu número de celular para receber SMS com atualizações sobre o saque. Se não quiser receber mensagens, basta clicar em “Não quero receber Extrato FGTS e notificações em meu celular”
  • Em seguida você verá uma mensagem informando se será possível ou não fazer o saque do FGTS, a data da liberação do dinheiro e como será feita essa retirada. 

Pelo aplicativo

  • Pelo aplicativo será necessário, atualizar ou baixar o aplicativo FGTS no dispositivo móvel
  • Em seguida, entre no aplicativo
  • Clique em “Continuar” quando o sistema perguntar se pode usar caixa.gov.br
  • Informe o CPF
  • Clique em “Não sou um robô”, selecione as imagens pedidas pelo sistema e clique em “Verificar”
  • Informe a senha usada para consultar o extrato do FGTS e clique em “Entrar”
  • Após mensagem com informações sobre o saque extraordinário do FGTS, clique em “Entendi”
  • Na tela inicial, clique em “Saque Extraordinário”, no quadro laranja
  • Na tela seguinte, aparecerá o valor disponível para saque
  • Clique em “Ver contas FGTS liberadas” para saber de que contas o valor está sendo liberado
  • Na próxima tela, aparecerá a quantia disponível para saque
  • Caso o pagamento seja automático, o aplicativo informará a data e o modo de retirada.

Lembrando que o prazo final para a retirada do dinheiro termina nesta quinta-feira, 15 de dezembro.

O valor poderá ser movimentado pelo aplicativo Caixa Tem. Desde 20 de abril, quem ainda não precisou usar a ferramenta e quer sacar o FGTS, terá que baixar o aplicativo no Google Play ou na App Store.

Depois que baixar o aplicativo, você poderá usar o seu CPF para ter acesso e uma senha numérica que deverá ser cadastrada na primeira vez que usar o Caixa Tem. Em seguida, você receberá um código em uma mensagem SMS para confirmar sua identificação. Basta informar o número do telefone e depois digitar, no aplicativo, o código recebido.

Pelo Caixa Tem é possível checar o saldo disponível e fazer a movimentação do valor para realizar compras, pagar contas e etc.