Talibã: Mulher é chicoteada em público após falar ao telefone na rua

"Eu me arrependo, é minha culpa", grita a mulher, enquanto é agredida repetidamente

COMPARTILHE
Por: iG  Data: 28/04/2021 às 13:09
Fonte de Imagem: Kabul Press
"Eu me arrependo, é minha culpa", grita a mulher, enquanto é agredida repetidamente

Uma mulher foi punida na cidade de Harat, no Afeganistão após ter falado ao telefone celular com um homem. A região onde aconteceu o caso é controlada pelo grupo extremista do Talibã.

Acusada de “relações imorais”, a mulher, que não foi identificada, foi açoitada por dois membros do grupo, enquanto diversas pessoas ao redor assistiam à punição. O ancião que ordenou a agressão usou a Sharia , lei islâmica que contem diretrizes estritas e restritivas para mulheres.

Enquanto é agredida, a mulher coberta pela burca implora para ser liberada: “Eu me arrependo, é minha culpa, eu errei”, disse.

O homem no qual supostamente conversou com a mulher pelo telefone foi preso e levado a uma prisão comandada pelo Talibã . O caso ocorreu no ano passado, mas só foi divulgado esta semana.