Setor de Serviços tem crescimento de 5% em Alagoas no mês de agosto

COMPARTILHE !!
Por: Ascom IBGE  Data: 14/10/2022 às 13:40
Imagem: EBC

Em Alagoas, o setor de serviços avançou 5% no mês de agosto, a segunda taxa positiva seguida. Em julho, o crescimento havia sido de 3,4%, interrompendo as quedas observadas em junho (5,7%) e maio (2,5%). Na comparação entre agosto de 2022 e o mesmo mês do ano anterior, houve avanço de 12,7%. As informações são da Pesquisa Mensal de Serviços (PMS), divulgada nesta sexta-feira (14) pelo IBGE.

Nos últimos 12 meses, o volume de serviços no estado alagoano cresceu 20,1%. Já no acumulado do ano (janeiro a agosto de 2022), a alta é de 19,8% na comparação com o mesmo período do ano anterior.

No Brasil, serviços avançam 0,7% em julho
O volume de serviços prestados no país cresceu 0,7%, após o avanço de 1,3% no mês anterior. É o quarto resultado positivo consecutivo, com ganho acumulado de 3,3% nesse período. Com isso, o setor opera 10,1% acima do nível pré-pandemia, registrado em fevereiro de 2020, e fica apenas 0,9% abaixo do maior patamar da série histórica, alcançado em novembro de 2014. 

“O setor de serviços vem avançando há quatro meses seguidos. A última vez que isso havia acontecido foi no ano passado, quando chegamos a cinco meses no campo positivo entre abril e agosto. No mês anterior, o setor estava 1,5% abaixo do pico da série e, em agosto, ele se aproxima ainda mais, ficando no ponto mais próximo desse nível desde novembro de 2014”, explica o analista da pesquisa, Luiz Almeida., analisando o panorama nacional.

Sobre a PMS Divulgada mensalmente, a PMS trabalha em todo o país com uma amostra de mais de 12 mil empresas de serviços que possuam 20 ou mais pessoas ocupadas e, além disso, a receita precisa ser proveniente principalmente da atividade de prestação de serviços. A amostra contempla empresas cuja atividade principal está compreendida nos cinco grupamentos de atividades da Classificação Nacional de Atividades Econômicas (CNAE 2.0): Serviços prestados às famílias; Serviços de informação e comunicação; Serviços profissionais, administrativos e complementares; Transportes, serviços auxiliares dos transportes e correio; Outros serviços