Renan Filho anuncia antecipação do 13º salário de todos os servidores estaduais

COMPARTILHE
Por: Agência Alagoas  Data: 28/10/2021 às 14:06
Fonte de Imagem: Assessoria

Dinheiro será pago em 10 de novembro e vai injeção de mais de R$ 350 milhões na esconômia alagoana

O 13º salário do funcionalismo público do Estado de Alagoas será pago no dia 10 de novembro e em parcela única. O anúncio foi feito pelo governador Renan Filho nesta quinta-feira (28), Dia do Servidor Público. Receberão o abono natalino cerca de 70 mil funcionários públicos ativos, inativos e pensionistas de todas as faixas salariais.

De acordo com dados da Secretaria de Estado da Fazenda de Alagoas (Sefaz-AL), o pagamento do 13º em 2021 injeta no mercado alagoano mais de R$ 350 milhões, o que deve impulsionar as vendas no comércio e o desenvolvimento da economia local.

"O Governo do Estado pagará o 13º salário de todos os servidores públicos do Estado de Alagoas no próximo dia 10 de novembro", anunciou Renan Filho em coletiva de imprensa sobre o novo Plano de Cargos, Carreira e Salários (PCCS) da Educação, aprovado ontem (27) pela Assembleia Legislativa do Estado (ALE). "E junto com o 13º os profissionais da Educação vão receber a diferença do reajuste do PCCS retroativo a 1º de outubro".

Com as contas ajustadas, Alagoas é um dos poucos Estados do país a disponibilizar antecipadamente o abono aos servidores, visto que a data proposta para os estados era 20 de dezembro. “Esse pagamento é motivado por todo um trabalho realizado nesta gestão. O esforço fiscal realizado pelo Estado de Alagoas, desde 2015, possibilitou não só pagar a folha dentro mês, mas creditar o 13º do servidor público de forma antecipada”, ressalta o secretário da Fazenda, George Santoro.

O feito foi repetido durante toda a gestão do governador Renan Filho, desde 2015. No cenário nacional, enquanto muitos já atrasavam os pagamentos, Alagoas era um dos poucos entes federados que estava conseguindo manter em dia a folha salarial.

Entre os dias 27 de outubro e 10 de novembro, cerca de R$ 700 milhões do Tesouro Estadual são inseridos na economia de Alagoas, período que compreende o pagamento da remuneração do funcionalismo estadual além do 13º salário.