Procon realizou fiscalização em 15 município alagoanos no mês maio

COMPARTILHE
Por: Ascom Procon  Data: 01/06/2022 às 17:34
Fonte de Imagem: Procon

O Instituto de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon/AL) finalizou o mês de maio contabilizando várias ações positivas, desde atendimentos presenciais, audiências de conciliações, até visitas aos municípios do interior do estado, realizando as fiscalizações nos estabelecimentos comerciais.

Para garantir o direito de acesso à informação aos consumidores, o órgão divulgou o levantamento quantitativo das fiscalizações do mês de maio. Foram 15 cidades do interior – Cajueiro, Viçosa, Maragogi, Porto Calvo, São Luiz do Quitunde, Palmeira dos Índios, Taquarana, São Sebastião, Limoeiro de Anadia, Craíbas, Colônia Leopoldina, Igaci, União dos Palmares, Coruripe, São José da Laje – e Maceió.

Devido às fortes chuvas no estado, os fiscais não conseguiram visitar mais municípios, visto que alguns sofreram com os desastres ambientais naturais. Durante este mês, o número de notificações caiu em cinco registros, em relação ao mês passado, já as infrações aumentaram para 20, em destaque a má prestação de serviço pelos estabelecimentos alagoanos. Mesmo com todos os impasses, foram realizadas 37 visitas.

Além disso, foram sucedidas 864 audiências na sede, localizada em Maceió e nas unidades do interior. Destas audiências, 302 consumidores fecharam acordo, enquanto que os demais seguem em negociações.

O Coordenador de Fiscalizações, João Lessa, destacou que “as ações ocorreram na capital e no interior do estado, com o objetivo de coibir práticas que não estejam de acordo com o Código de Defesa do Consumidor. Apesar das fortes chuvas, neste mês seguimos ativos com o compromisso de resguardar o direito dos consumidores alagoanos”.

De acordo com o presidente do Procon-AL, Daniel Sampaio, as ações dos fiscais são de extrema importância, pois por falta de conhecimento ou de atenção, os consumidores podem ser ludibriados por uma propaganda enganosa ou lesados pelo não cumprimento na prática do código de defesa do consumidor.

O Instituto possui vários canais para atender a população alagoana, receber reclamações e realizar denúncias. Caso haja alguma ocorrência, o consumidor pode entrar em contato pelo número 151 ou no WhatsApp (82) 98876-8297 e de forma presencial, mediante agendamento, no site agendamento.seplag.al.gov.br