Procon Alagoas orienta consumidores para evitar transtornos e aproveitar promoções no Black Friday

COMPARTILHE !!
Por: Procon-AL  Data: 08/11/2022 às 16:33
Imagem: Ascom Procon

Está chegando a Black Friday 2022, uma das datas comerciais mais aguardadas do ano por comerciantes e consumidores. A data marca o início do período de compras para as comemorações de Natal e Réveillon, gerando grandes expectativas aos consumidores atraídos pelas promoções características da estação.

Mas é preciso ficar atento, já que é comum que nesta época, quando o mercado mais aquece, alguns estabelecimentos se aproveitam da boa-fé dos consumidores para aplicar golpes, como falsas promoções. Pensando nisso, o Instituto de Proteção e Defesa do consumidor (Procon/AL), separou algumas dicas e orientações para aproveitar de forma consciente as ofertas da Black Friday.

Antes de ir às compras faça uma análise da sua situação financeira e avalie se realmente existe a necessidade de realizar a compra, para evitar gastos desnecessários. Outro aspecto a ser considerado antes de efetuar a aquisição de um produto ou serviço é a forma de pagamento, em alguns casos é mais vantajoso comprar à vista, uma vez que alguns estabelecimentos oferecem descontos especiais para essa modalidade de pagamento, caso opte pelo parcelamento fique atento aos juros do cartão.

Vale ressaltar a importância da pesquisa prévia de preços, não só nesta época do ano, para não cair no golpe das falsas promoções, a exemplo de “tudo pela metade do dobro” que é quando o estabelecimento comercial eleva o preço dos produtos ou serviços, e próximo a Black Friday ofertam megas descontos, que na verdade são os preços originais da mercadoria ou serviço comercializado.

“Os consumidores alagoanos devem pesquisar desde já os preços dos produtos ou serviços desejados, verificar a política de troca da loja, seja ela física ou virtual. Caso o direito de troca não seja acertado previamente com o fornecedor, o consumidor deve exigir o registro por escrito, na etiqueta ou em nota fiscal”, alerta o coordenador de Fiscalização, João Lessa.

Já nas compras pela internet, o contrato deve ser disponibilizado antes de finalizar a transação e o consumidor deve imprimir e guardar em seu computador os dados referentes à compra.

Para o diretor presidente do órgão, Daniel Sampaio, é essencial que o consumidor tenha acesso a essas orientações, principalmente neste período em que o comércio está aquecido pelas vendas. “Nosso principal objetivo é defender e proteger o consumidor contra danos, facilitando a informação sobre os seus direitos assegurados pelo Código de Defesa do Consumidor”, falou. O instituto irá disponibilizar em breve, em seu site, uma pesquisa de preços dos itens mais procurados nesta época pelos consumidores. 

O Procon-AL disponibiliza canais de atendimento à população alagoana, para receber reclamações e realizar denúncias. Caso haja alguma ocorrência, o consumidor pode entrar em contato pelo telefone 151, mensagens ao WhatsApp (82) 98876-8297 e presencialmente, mediante agendamento, no site agendamento.seplag.al.gov.br.