PRF apreende na Bahia aves que seriam entreguem em São Miguel dos Campos e fuzil e drogas que vinham para Arapiraca

COMPARTILHE
Por: AlagoasWeb com PRF/AL  Data: 21/09/2022 às 06:04
Fonte de Imagem: PRF/BA

Em uma única abordagem, a Polícia Rodoviária Federal (PRF), causou prejuízo ao crime organizado combatendo o tráfico de drogas, de armas e munições e de animais silvestres, na tarde da terça-feira, dia 20, no Km 830 da BR 116, em Vitória da Conquista, no interior da Bahia.

Equipe da polícia fiscalizavam o trânsito, em frente a Unidade Operacional da PRF de Vitória da Conquista, quando abordou um ônibus de turismo, com itinerário Cidade Gaúcha (SC) x Arapiraca.

De acordo com a polícia, ao realizar a vistoria interna do veículo, na parte superior (de bagagens), foram encontrados 379 pássaros silvestres acondicionados em sacolas de pano. 300 da espécie popularmente conhecida como Coleirinho, ou papa-capim-de-coleira, além de 79 Canários da Terra.

O homem responsável pelo transporte dos animais disse à polícia que que receberia o valor de 3 mil reais para deixar os pássaros na cidade de São Miguel dos Campos. Um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) foi lavrado e o homem, de 30 anos, responderá na Justiça por crime contra o meio ambiente.

As aves foram encaminhadas ao Centro de Triagem de Animais Silvestres de Vitória da Conquista (CETAS). Quando aptas, elas serão devolvidas ao seu habitat natural.

Na mesma abordagem, no bagageiro do ônibus, os policiais encontraram uma bolsa com um fuzil calibre 556, além de 15 munições do mesmo calibre, 50 para revólver 38 e outras 100 para pistola 380. Dois carregadores de arma longa também foram apreendidos.

O responsável pelo material, um jovem de 22 anos, confessou que apenas transportava a arma e munições, ele disse a PRF que receberia R$ 1,5 mil para entregar tudo a uma pessoa na cidade de Arapiraca. O homem disse que recebeu os produtos na cidade de Paraíso do Norte, no interior do Paraná.

Ainda durante a fiscalização, os policiais descobriram entre as bagagens, um pacote com 19 tabletes de maconha, num total de 14,75 kg da droga. O transportador foi preso e, como nos demais casos, levado até a Delegacia de Polícia Civil de Vitória da Conquista.