Polícia Civil divulga vídeo de homicídio motivado por crise de ciúmes

COMPARTILHE !!
Por: Ascom PC-AL  Data: 18/01/2023 às 09:26
Imagem: Reprodução

A Polícia Civil, por meio do 62º Distrito Policial de Craíbas, coordenado pelo delegado Manoel Acácio Júnior, concluiu o inquérito que apontou um homem de 49 anos, como autor de homicídio duplamente qualificado por motivo fútil, que teve como vítima o jovem Santiago Alves da Silva, de 20 anos.

O inquérito foi instaurado para apurar a autoria do crime ocorrido no dia 30 de dezembro de 2022, em um bar, localizado no Sítio Ipoujuco, Zona Rural daquele munícipio.

As investigações não deixam dúvidas da dinâmica e autoria do crime, que também foi registrado pelas câmaras de segurança do estabelecimento.

De acordo com as informações do chefe de operações do 62°DP, agente José Marcos, durante as investigações, apurou-se que o crime foi premeditado, pois o indiciado veio do município de Major Isidoro com uma moto e um revólver emprestados, intencionado para matar Santiago, o qual foi surpreendido pelo acusado, que chegou ao bar em uma moto Pop de cor vermelha, atraindo a vítima para um recanto do estabelecimento sob o pretexto de que queria conversar e efetuou os disparos. Santiago ainda foi levado para o hospital da cidade de Arapiraca, mas não resistiu e veio a óbito.

Ainda segundo relato policial, Santiago, antes de morrer, conseguiu falar para familiares e amigos que o acusado atirou nele com ciúmes, alegando que a vítima estava namorando a sua ex-companheira.

O chefe de cartório do 62ºDP, Paulo César, informou que o autor do crime já foi preso várias vezes e condenado por tráfico de drogas, pela Comarca de Arapiraca, e também já respondeu por outro homicídio em Major Isidoro.

“Faz alguns anos que o criminoso se encontra foragido da Justiça por estar condenado e ter pena definitiva para cumprir pala prática reincidente de tráfico de drogas”, disse o agente Paulo César.
A prisão preventiva do acusado foi decretada e o indiciado se encontra foragido.

A Polícia Civil de Alagoas solicita à população que qualquer informação sobre a localização desse foragido denuncie pelo disque denúncia 181.