Poker se torna um jogo conhecido e famoso em Alagoas e região

COMPARTILHE !!
Por: Array / Divulgação  Data: 17/10/2019 às 11:30
Imagem: Reprodução

Estratégia, paciência e análise. O poker é um jogo que aglomera esses três elementos como um dos mais importantes e essa natureza calma e ao mesmo tempo extremamente analítica cativou os moradores de Alagoas e região.

Estima-se que no poker os jogadores que são considerados profissionais jogam cerca de apenas 30% de suas mãos. O resto do tempo os competidores esperam, analisam os seus adversários e tentam encontrar alguma brecha para atacar. Todo esse jogo de “gato e rato” faz com que o poker tenha milhões de adeptos só no Brasil.

E o que leva o jogador a se tornar um profissional? Os jogadores que são profissionais na modalidade precisam se aprofundar muito no lado teórico do jogo e entender termos não tão comuns para amadores, como por exemplo fold equity — quantia extra que o jogador pode ganhar com a desistência do oponente.

Também é preciso muitas horas de estudo e geralmente há cursos que certificam os competidores a novos módulos e fases de conhecimento aprofundado da modalidade.

Segundo dados da Confederação Brasileira de Texas Hold’em, a CBTH, são aproximadamente 10 milhões de praticantes só no Brasil e o número não para de aumentar a cada ano que passa.

Parte do que faz a popularidade do poker crescer rapidamente são os seus grandes ídolos e competições de relevância nacional que trazem premiações pra lá de milionárias. Para a última etapa do Campeonato Brasileiro de Poker, por exemplo, que acontecerá entre os dias 26 de novembro a 5 de dezembro, são R$ 15 milhões garantidos só em prêmios.

Alagoas, apesar de ser um estado pequeno em tamanho e população, tem uma parcela considerável na popularidade do poker e o Estado já se consolidou entre os mais firmes do Nordeste.

Para a última etapa do Campeonato Brasileiro de Poker deste ano, um alagoano poderá cravar um feito histórico. Rogério Siqueira, da cidade de Arapiraca, lidera um dos três rankings do circuito deste ano.

Na ocasião, Siqueira é líder do Mixed Games, que é uma modalidade extremamente técnica em que o jogador precisa dominar muitas variantes em um só torneio. Em uma analogia direta, é como se o jogador de futebol precisasse atuar no campo, salão e areia em uma mesma bateria de jogos.

Para ficar com o título, Siqueira terá que confirmar a vantagem em relação ao carioca Marcelo Mesqueu. O competidor de Arapiraca é o líder com 690 pontos, enquanto o vice-colocado aparece logo atrás com 620 pontos.

A ótima campanha de Siqueira se dá pelos excelentes resultados conseguidos ao longo do ano. Ao todo, só em 2019 o jogador alagoano já venceu três torneios diferentes do circuito, sendo que todos eles foram realizados no Mixed Games.

A versatilidade de Siqueira está em evidência este ano, visto que chegar para a última etapa do Campeonato Brasileiro com a liderança está longe de ser uma tarefa simples. Ao todo, seis etapas já foram disputadas com a participação de muitos dos melhores jogadores do poker nacional.

Já no ranking geral, que é o principal analisado sob a ótica dos competidores do Campeonato Brasileiro, Siqueira é de longe o melhor alagoano na disputa deste ano e aparece com a excelente 13ª colocação.

Além do Campeonato Brasileiro de Poker, outro alagoano faz bonito em circuito de muita relevância no cenário nacional: Alen Fillipi.

Conhecido por ser um dos jogadores mais regulares do poker nacional, Alen é o atual líder do Kings Series of Poker, o KSOP. Essa série de torneios só atrás do Campeonato Brasileiro de Poker em relevância no Brasil.

Quatro etapas já foram realizadas neste ano e a última está para acontecer no Rio de Janeiro. Entre os dias 6 a 13 de novembro será feito o encerramento no Sheraton Grande Rio Hotel & Resort.

São R$ 5 milhões garantidos em premiação para a última etapa e Alen é o líder com 4.023 pontos, seguido pelo gaúcho Celso Sirtoli (3.985 pontos) e o paulista Paulo Gini (3.956 pontos).

Além de brilhar nos eventos do KSOP, Alen também está se destacando internacionalmente. Neste ano, o jogador já atuou em algumas etapas na Europa, como o European Poker Tour realizado em agosto em Barcelona.

Só no European Poker Tour, Alen aumentou sua conta em aproximadamente US$ 63 mil e a expectativa é que no ano que vem ele volte a brilhar em outros torneios europeus.

A ótima participação de Alen e Siqueira no cenário nacional mostra que o poker alagoano está no caminho certo para cravar resultados ainda melhores no futuro e isso deve aumentar mais a percepção da modalidade em todo Nordeste.