Países onde é ilegal jogar poker

COMPARTILHE !!
Por: Array / Divulgação  Data: 28/10/2019 às 14:10
Imagem:

Jogos de carta sempre foram um sucesso entre o público em geral, principalmente quando se fala no jogo de poker. E sua popularidade é antiga, por conta da influência do cinema, e o glamour dos cassinos. A grande virada, e que aumentou muito o sucesso do jogo, foi a popularização do poker online. Com isso, o fenômeno alcançou muito mais adeptos, pela facilidade e flexibilidade que a versão online do jogo oferece.

Com os avanços tecnológicos atuais, tem sido cada vez mais fácil aderir ao poker, principalmente online, já que está cada vez mais fácil baixar poker seguro. Dentre suas vantagens, o poker online permite que o jogador acesse as salas de jogos a qualquer hora do dia, de qualquer lugar do mundo. Também é possível jogar diretamente do celular, com dinheiro real, fictício e participar de torneios. Além de tudo, é bastante fácil e rápido de aprender.  

No entanto, embora o poker, e especialmente sua versão online tenham crescido em ritmo muito rápido, e atraído cada vez mais adeptos e jogadores, em alguns países ainda é extremamente difícil ter acesso ao jogo. E isso não tem relação com as versões do jogo, principalmente porque com o poker online, se tornou cada vez mais fácil. A dificuldade tem relação com a legislação de determinados países, que proíbe o jogo mesmo que seja fácil baixar poker seguro. Veja a seguir alguns dos países onde a prática do jogo de poker ainda é ilegal.

Estados Emirados Árabes

Assim como a maioria dos países islâmicos, os Emirados Árabes também proíbem a prática de qualquer tipo de jogo. Muitos países, no entanto, ignoram o fato quando se trata de jogos online. Porém, não é o caso aqui. A Autoridade Reguladora de Telecomunicações controla todo o conteúdo da Internet, e com isso impede a possibilidade inclusive de jogos de poker online. Quem for pego jogando pode cumprir até dois anos de prisão, de acordo com o Artigo 414 do Código Penal.

Camboja

Em Camboja a situação é um pouco diferente. Os jogos considerados de azar são proibidos em todos os formatos para os cidadãos. No entanto, de acordo com a legislação, a proibição não se aplica a estrangeiros no país. Portanto, diversos cassinos atendem aos turistas da região, e geram uma receita significativa para o país.

Japão

Todas as formas de jogo eram proibidas no Japão até bem pouco tempo, embora houvessem algumas brechas na lei que permitissem certos jogos, como é o caso do Pachinko. O jogo nunca foi proibido no país pelo seu valor cultural e histórico. Os jogos online de todo tipo ainda são proibidos, no entanto, os cassinos podem operar em resorts, desde que as instalações atendam certos critérios estabelecidos. 

Coreia do Norte

Assim como o Camboja, a proibição dos jogos online e offline se restringe apenas aos cidadãos locais. Estrangeiros no país tem autorização para praticar o jogo, no entanto, só há registro de um cassino no país atualmente, em Pyongyang.

Brunei

O país islâmico possui leis extremamente rígidas em geral, inclusive contra jogos de azar. Sua Lei Comum da Casa de Jogos proíbe estritamente qualquer forma de jogo no país, inclusive para estrangeiros.

Chipre

Em Chipre são permitidos caça-níqueis e outros jogos que possuem um terminal, com um limite máximo de 50 máquinas. Jogos online também são permitidos e, de acordo com a Lei de Cassinos de 2015, jogos de mesa são permitidos em um cassino que opere dentro de um resort.

Catar

Catar é um dos países mais restritos e rigorosos quando se trata de proibição de jogos. Todas as formas de atividades de jogo são consideradas ilegais, e mesmo apostas esportivas são proibidas. O jogo online também é considerado ilícito, mas algumas pessoas ainda arriscam fazê-lo em sites estrangeiros, onde o governo não tem tanto controle. Alguns ainda se arriscam em jogos clandestinos no país, mas pagam um preço caro ao se envolverem. As punições são severas. Apesar das proibições, para alguns desses países, ainda é possível jogar poker online, mas é necessário um longo procedimento para fazê-lo. O problema é que todos esses processos muitas vezes desmotivam os jogadores e os mantém afastados. 

Em países mais fechados é considerado normal, de certa forma, que hajam esse tipo de proibições, no entanto, em países maiores, mais ocidentais, e inclusive que lucram com o turismo, esse tipo de proibição levanta questionamentos. O poker gera não apenas receita de impostos para o país, mas também empregos.

Portanto, mesmo que no final alguns países tenham suas razões para considerar o jogo como ilegal, é necessário reconsiderar, principalmente países que estão em evidência atualmente, seja pelo turismo, ou por hospedarem eventos de alcance mundial, como as Olimpíadas ou Copa do Mundo. Afinal, a legalização do jogo de poker traria benefícios não só para os jogadores, como também para o governo.