OAB São Miguel dos Campos pede afastamento de desembargador que prejudicou alunos miguelense

COMPARTILHE
Por: AlagoasWeb com OAB/SMC  Data: 23/11/2021
Fonte de Imagem: AlagoasWeb/Arq

A 6ª Subseção da Ordem dos Advogados do Brasil em São Miguel dos Campos, protocolou no último dia 19, ofícios pedindo o afastamento do Desembargador Celyrio Adamastor Tenório Accioly.

Os documentos foram direcionados ao Presidente do Conselho Nacional de Justiça – CNJ, Ministro Luiz Fux e ao Presidente do Tribunal de Justiça de Alagoas, Desembargador Carlos Cavalcanti de Albuquerque Filho.

De acordo com a OAB/São Miguel, os ofícios foram enviados em razão de diversas reclamações recebidas de alunos do município de São Miguel dos Campos, que foram prejudicados e se encontram com matérias pendentes, consequentemente estão com dificuldades de concluir seus cursos.

- Devido a situação econômica que passa a Faculdade Raimundo Marinho (FMR), houve atrasos no pagamento dos professores o que contribuiu para que muitos deles entregassem suas cadeiras, deixando de cumprir com suas obrigações nas prestações de serviços à Faculdade.

Além disso, uma operação da Polícia Federal deflagrada no dia 04 de novembro, descobriu que a faculdade foi beneficiada por decisões proferidas por Adamastor, o que revoltou ainda mais os alunos que expressaram toda sua indignação diante da constatação de que a Justiça foi tendenciosa e corrupta, quando na verdade deveria ser imparcial.

Reveja: Operação que investiga suposto esquema de venda de sentenças faz buscas em gabinete de desembargador alagoano

“A 6ª Subseção tomou as devidas providências solicitando o afastamento do desembargador Cilyrio Adamastor de suas funções até que sejam concluídas todas as investigações”, afirmou a vice-Presidente da Ordem em São Miguel, dra. Sabrina Araújo Spíndola.

A advogada destacou ainda a importância do CNJ e TJ Alagoas no processo, “que a Justiça faça o afastamento do desembargador, pois a presença dele pode interferir nas investigações, bem como na intimidação de testemunhas”, lembrou.

A OAB São Miguel aguarda o posicionamento do CNJ e Tribunal de Justiça de Alagoas, no sentido de afastar o desembargador das funções que exerce até o final do processo.


últimas notícias