Novo Cangaço: IML identifica 22 dos 26 assaltantes mortos em operação

COMPARTILHE
Por: Jovem Pan  Data: 04/11/2021 às 07:48
Fonte de Imagem: Reprodução

O Instituto Médico Legal (IML) de Minas Gerais chegou nesta quarta, 3, ao número de 22 identificados dentre os 26 mortos em operação policial realizada num sítio de Varginha, no sul do Estado, no último domingo, 31. Segundo as forças de segurança, o grupo se preparava para realizar uma ação do ‘Novo Cangaço‘ na cidade, uma movimentação coordenada para assaltar bancos locais.

Dos identificados, onze são de Minas (sete de Uberlândia e quatro de Uberaba, cidades do Triângulo Mineiro); quatro são de Goiás, dos municípios de Goiânia (3) e Rio Verde; dois são ainda Distrito Federal — um de Brasília e um de Gama — e dois do Maranhão, das cidades de Caxias e Eugênio Barros. Os últimos três são um de Santos (SP), um de Nova Aripuanã (AM) e outro de Porto Velho (RO). As idades variam de 24 a 44 anos.

A identificação foi feita através de impressões digitais. A Polícia Civil mineira ainda procurará identificar se os membros do grupo estiveram envolvidos em outros crimes através do país através de exames de DNA, que irão para um banco genético. Segundo informações policiais, os suspeitos se preparavam para atacar um centro de distribuição de valores do Banco do Brasil em Varginha, o que foi descoberto pelas forças de segurança através de um trabalho de inteligência.

As mortes ocorreram em dois momentos distintos: na primeira, os agentes da Polícia Militar (PM) e da Polícia Rodoviária Federal (PRF) foram até um sítio alugado por causa da proximidade com o batalhão da PM e foram recebidos a tiros. 18 dos suspeitos morreram; posteriormente, em outra chácara, a PRF teria encontrado os demais suspeitos, que também foram mortos. Nenhum policial se feriu nas ações.

As forças de segurança divulgaram imagens do que seria o arsenal apreendido, com armamentos de todos os calibres, como fuzis, escopetas e também “miguelitos”, usados para furar pneus de viaturas, além de uniformes, coletes balísticos, coturnos, roupas camufladas e carregadores já municiados. Também seriam usados materiais explosivos, galões de combustível e uma carreta com fundo falso para a fuga. A polícia mineira acredita que os suspeitos tenham relação com assaltos ocorridos em Uberaba (MG), Araçatuba (SP) e Criciúma (SC).

Confira a lista dos mortos:

  1. Artur Fernando Ferreira Rodrigues, 27 anos, Uberaba (MG)
  2. Daniel Antonio de Freitas Oliveira, 36 anos, Uberlândia (MG)
  3. Darlan Ribeiro dos Santos, 41 anos, Goiânia (GO)
  4. Dirceu Martins Netto, 24 anos, Rio Verde (GO)
  5. Eduardo Pereira Alves, 42 anos, Brasília (DF)
  6. Evando José Pimenta Junior, 37 anos, Uberlândia (MG)
  7. Francinaldo Araújo da Silva, 44 anos, Eugênio Barros (MA)
  8. Gerônimo da Silva Sousa Filho, 28 anos, Porto Velho (RO)
  9. Gilberto de Jesus Dias, 29 anos, Uberlândia (MG)
  10. Giuliano Silva Lopes, 32 anos, Uberlândia (MG)
  11. Gleisson Fernando da Silva Morais, 36 anos, Uberaba (MG)
  12. Isaque Xavier Ribeiro, 37 anos, Gama (DF);
  13. Itallo Dias Alves, 25 anos, Uberaba (MG)
  14. José Filho de Jesus Silva Nepomuceno, 37 anos, Caxias (MA)
  15. José Rodrigo Dama Alves, 33 anos, Uberlândia (MG)
  16. Julio Cesar de Lira, 36 anos, Santos (SP)
  17. Nunis Azevedo Nascimento, 33 anos, Novo Aripuanã (AM)
  18. Raphael Gonzaga Silva, 27 anos, Uberlândia (MG)
  19. Ricardo Gomes de Freitas, 34 anos, Uberlândia (MG)
  20. Romerito Araujo Martins, 35 anos, Goiânia (GO)
  21. Thalles Augusto Silva, 32 anos, Uberaba (MG)
  22. Zaqueu Xavier Ribeiro, 40 anos, Goiânia (GO)