Mudança em nome de hospital provoca revolta na comunidade do município de Boca da Mata

Família repudia alteração do nome do hospital municipal

COMPARTILHE
Por: AlagoasWeb  Data: 06/08/2020 às 13:10
Fonte de Imagem: Reprodução
Família repudia alteração do nome do hospital municipal

Em nota divulgada nas redes sociais, a família César Teixeira repudiou o projeto de lei nº 16/2020, apresentado pelo prefeito Gustavo Feijó. A proposição legislativa de alteração a mudança do nome do Hospital Municipal, que já existe há mais de 40 anos com o nome do bocamatense Manoel Silva César Teixeira.

Muitos têm sido os comentários nas redes sociais que pedem respeito à memória de Manoel Silva César Teixeira e considerado o projeto (já aprovado pelos vereadores) um desrespeito à história do município.

O nome sugerido pelo prefeito Gustavo Feijó foi o de Gilvan Raposo Tenório, falecido ano passado, pai do industrial Givago Tenório. À época, matérias divulgaram que o corpo do empresário seria cremado, em Recife, cumprindo com o desejo do falecido.

Nas redes sociais, o filho de Manoel Silva Cesar, Luiz César, que foi contador da Câmara de Vereadores durante três décadas, afirmou que sequer foi comunicado da votação do projeto que retirava o nome do seu pai de um logradouro público.

O filho acrescentou que entende a postura do prefeito, pois (Feijó) “não conhece às famílias de Boca da Mata, não é da terra, não tem e não terá respeito por ninguém, pois só conhece o poder do dinheiro que usa muito bem para manipular tudo e todos”.

Até o momento, a Prefeitura de Boca da Mata e o prefeito Gustavo Feijó não se manifestaram sobre a polêmica.

Leia, na íntegra, a nota da família César Teixeira

atualizado às 13h56

Em nota a Prefeitura de Boca da Mata justificou a mudança, veja a íntegra:

NOTA DE ESCLARECIMENTO
A gestão mais trabalho por você vem esclarecer alguns pontos sobre a mudança do nome de nosso hospital municipal.

Uma das peculiaridades de nossa gestão é o respeito ao cidadão, que é nosso pilar fundamental e fonte de inspiração no desenvolver de nosso trabalho. Reconhecer a contribuição de bocamatenses ilustres e dar seus nomes à logradouros, praças, órgãos públicos e afins, é o mínimo que um munícipe coerente deve fazer. O reconhecimento vai além disso, ele se eterniza na imortalidade dos seus feitos.

A política é inerente à pessoa. A comunicação entre os indivíduos deve ser sadia e respeitosa. É inegável a contribuição honrosa que o senhor Manoel Silva César Teixeira fez ao nosso município, ele se eternizou ao darmos seu nome a uma praça (Praça de eventos) e uma via pública. Mas acima de tudo, seu engajamento e caráter o faz eterno na mente de milhares bocamatenses íntegros e éticos.

Atribuir a alternância do nome do Hospital a qualquer questão política é desumano, antiético, desrespeitoso, cruel e uma tentativa asquerosa de apagar as benfeitorias que o senhor Manoel Silva César Teixeira fez por esta cidade. Não iremos permitir qualquer tentativa de menosprezo e mesquinharia política nessa temática em questão.

Destaca-se ainda a alta contribuição que o Grupo Triunfo deu e continua dando à economia de Boca da Mata. A homenagem dado ao empresário Gilvan Raposo Tenório foi motivada pelo excelente serviço prestado a este município ao longo de décadas.

Assessoria de Comunicação do Município de Boca da Mata