Motorista avança sobre manifestantes e atropela várias pessoas inclusive crianças, assista

COMPARTILHE !!
Por: Com Correio 24 Horas  Data: 03/11/2022 às 06:17
Imagem: Reprodução

Um carro avançou sobre um bloqueio na rodovia Washington Luís e atropelou militantes bolsonaristas, na tarde desta quarta-feira (2), em Mirassol, no interior de São Paulo. Sete pessoas ficaram feridas, duas delas em estado grave. Crianças de 10 e 11 anos estão entre as vítimas. O homem que dirigia o veículo foi agredido pelos manifestantes e acabou detido pela Polícia Militar. O carro que ele dirigia, um Volkswagen Fox, foi depredado.

“Ele passou por cima de todo mundo e foi jogando as pessoas para cima. Foi realmente do nada. Tinham crianças com os pais na rodovia. Foi um verdadeiro absurdo. O pessoal correu atrás do veículo”, disse um homem.

O bloqueio acontecia em protesto contra a vitória de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) nas eleições do último domingo (30). Policiais do 9º Batalhão da Polícia Militar e do policiamento rodoviário negociavam a liberação da rodovia quando o carro se aproximou e não freou, atropelando o grupo, incluindo dois policiais militares.

“Estávamos em negociação com os manifestantes para poder desobstruir a via por completo. A negociação era pacífica, quando teve a interrupção total da pista. Alguns manifestantes chegaram a deitar na rodovia. Não houve uso de força, mas um condutor arrancou bruscamente sobre as pessoas. Ele só parou quando os policiais fizeram a abordagem”, disse o capitão da Polícia Militar Rodoviária de São José do Rio Preto (SP), Maurício Noé Cavalari.

As sete vítimas foram levadas para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Mirassol. Duas, em estado mais grave, foram transferidas para o Hospital de Base de Rio Preto. Segundo a Secretaria de Segurança Pública de São Paulo, o caso foi registrado como tentativa de homicídio.

O motorista do automóvel, que não teve a identificação divulgada, foi agredido pelos manifestantes. O grupo atacou o veículo com pauladas e chutes, acabando por tombá-lo. A prefeitura de Mirassol informou ter prestado socorro às vítimas através do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e do Corpo de Bombeiros.