Ministro da Justiça chama filme com Porchat e Gentili de ‘asqueroso’ e diz que tomará providências

COMPARTILHE
Por: Jovem Pan  Data: 14/03/2022 às 10:12
Fonte de Imagem: Reprodução

O atual ministro da Justiça e Segurança Pública Brasil, Anderson Torres, comentou sobre o filme “Como se Tornar o Pior Aluno da Escola”, que virou alvo de críticas nas redes sociais após viralizar uma cena de cunho sexual protagonizada pelo ator Fábio Porchat e por dois atores mirins.

O longa, que também conta com Danilo Gentili no elenco, foi lançado em 2017 e está disponível na Netflix. O apresentador do “The Noite” e o criador do “Que História É Essa Porchat?” foram acusados de estimular a pedofilia e a plataforma de streaming criticada por incluir o filme no seu catálogo.

O ministro da Justiça também se manifestou e declarou que o caso não ficará impune. “Assim que tomei conhecimento de detalhes asquerosos do filme ‘Como se Tornar o Pior Aluno da Escola’, atualmente em exibição na Netflix, determinei imediatamente que os vários setores do Ministério da Justiça e Segurança Pública adotem as providências cabíveis para o caso”, escreveu no Twitter. 

Mario Frias, atual secretário Especial de Cultura, parabenizou Anderson pelo seu posicionamento e acrescentou: “Estamos fazendo o mesmo aqui na Cultura. Isso não pode continuar!”. Após parar nos assuntos mais comentados do Twitter, Gentili rebateu os ataques que sofreu no último domingo, 13, e disse que segue sorrindo. “O maior orgulho que tenho na minha carreira é que consegui desagradar com a mesma intensidade tanto petista quanto bolsonarista. Os chiliques, o falso moralismo e o patrulhamento: veio forte contra mim dos dois lados. Nenhum comediante desagradou tanto quanto eu”, afirmou o apresentador do SBT nas redes sociais.