Menina de 12 anos morre ao tentar ‘desafio do apagão’ do TikTok

COMPARTILHE !!
Por: iG  Data: 17/01/2023 às 16:45
Imagem: Reprodução/Facebook (Laura Luque)

Uma menina de 12 morreu ao tentar fazer o “desafio do apagão”, que voltou a viralizar no TikTok. O caso aconteceu na última sexta-feira (13), na cidade de Capitán Bermúdez, província de Santa Fé, na Argentina. Outros jovens morreram na Itália e no Chile ao tentarem produzir vídeos para o mesmo desafio em 2021.

Milagros Soto foi encontrada sufocada um laço improvisado em seu quarto, já sem vida. Segundo as investigações do MPA (Ministério Público de Acusação), a menina tentou gravar um vídeo fazendo o desafio, que consiste em se asfixiar até perder a consciência e se libertar no último momento.

“Uma vez bloqueada a respiração, o objetivo é desmaiar por asfixia. Tudo isso é transmitido ao vivo nas redes e, quem consegue, avança no jogo. Nesse caso, não deu certo e a menor morreu na tentativa”, disse um dos agentes, segundo o jornal La Nación.

Após a morte da jovem, uma tia de Milagros fez uma publicação em seu perfil no Facebook notificando o caso e alertando pais e internautas sobre os perigos do consumo de redes sociais.

“Olá a todos. Meu nome é Lali. Torno público o que estou vivendo. Essa é a Milagros, minha sobrinha, que hoje (sexta-feira) perdeu a vida fazendo um desafio do TikTok. Por favor, peço que compartilhem. Minha família e eu não temos consolo”, afirmou Laura Luque.

Em nota, a escola Teniente General Pablo Riccheri, onde Milagros estudava, lamentou a morte da adolescente.

Caso anestesista: polícia começa a ouvir testemunhas nesta terça

Esposa de médico só acreditou após ver vídeo de estupro, diz polícia

Rafa Kalimann é expulsa de novela da Globo

“Acompanhamos a família da nossa aluna neste momento terrível” , declarou a instituição, que descreveu a menina como “uma ótima aluna, companheira, doce, boa e amável”.

Outros casos
Além de Milagros, o “desafio do apagão” fez duas outras vítimas em 2021.

Em Palermo, na Itália, a vítima tinha 10 anos. Como medida após a morte da criança, o governo italiano ordenou o bloqueio imediato das contas de usuários do TikTok menores de 13 anos.

Em novembro do mesmo ano, um menino de 12 anos morreu no Chile da mesma forma.