Mega operação cumprem 43 mandados contra quadrilha envolvida em homicídios e tráfico de drogas em Alagoas

COMPARTILHE !!
Por: Ascom MPAL/Ascom SSP  Data: 19/01/2023 às 09:08
Imagem: MP-AL

O Ministério Público do Estado de Alagoas, por meio do Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (Gaeco), e a Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP) coordenam, nesta quinta-feira (19), uma operação integrada. Denominada Sentinela, ela cumpre 43 mandados de prisão e busca e apreensão nos municípios de União dos Palmares e São José da Laje.

As investigações foram realizadas pelo Gaeco em parceria com o 2º Batalhão da Polícia Militar e visam desarticular uma organização criminosa que vinha praticando tráfico de drogas, homicídios e comércio ilegal de arma de fogo em Maceió, União dos Palmares e São José da Laje.

Com base nas provas técnicas apresentadas, o Gaeco realizou a representação dos mandados, que foram expedidos pela 17ª Vara Criminal da Capital. Ao todo, serão cumpridos 24 mandados de busca e apreensão e 19 mandados de prisão.

Ainda de acordo com as investigações, a organização criminosa atuava com mais intensidade na cidade de União dos Palmares, praticando, inclusive, homicídios.

Segundo o promotor de Justiça Hamilton Carneiro, essa investigação em parceria com as mais diversas agências da Secretaria de Segurança Pública de Alagoas reafirma o comprimido dos órgãos da persecução penal no incessante combate ao tráfico de drogas, que assola o país e, consequentemente, o estado de Alagoas. “A união de esforços potencializa os resultados e garante eficácia e efetividade nos resultados”, disse ele.

Para o secretário de Segurança Pública, Flávio Saraiva, a integração das forças policiais em parceria com o MPAL é fundamental na luta contra o tráfico e, consequentemente, na diminuição do número de homicídios. “Mais uma vez vemos aqui a importância da união de forças entre as polícias e o Ministério Público Estadual para o efetivo combate à criminalidade em Alagoas”, disse o secretário.

Prisões e apreensões
Em União dos Palmares, 12 pessoas foram presas e foram apreendidas três armas, celulares, munições e drogas.

Sentinela
A operação Sentinela ganhou este nome em alusão à origem da palavra, que significa o ato de guardar ou vigiar alguma coisa, nesse caso, as cidades da Zona da Mata de Alagoas.

Efetivo participante
Para dar cumprimento aos mandados judiciais expedidos, foram empregados policiais militares do 2º Batalhão, do Batalhão de Operações Policiais Especiais (BOPE), do Batalhão de ROTAM, do BPRV e do BPA.

Participam também policiais civis da 11ª Delegacia Regional de Polícia, da Delegacia de Narcóticos (DNARC) e do Tático Integrado de Grupos de Resgate Especial (TIGRE). O Grupamento Aéreo da SSP igualmente integra os trabalhos, dando suporte aéreo à operação.