Manifestantes se reúnem na Esplanada dos Ministérios e cobram posicionamento das Forças Armadas

COMPARTILHE !!
Por: Jovem Pan  Data: 10/12/2022 às 20:00
Imagem: JP

Manifestantes realizaram um ato neste sábado, 10, contra o processo eleitoral na Esplanada dos Ministérios, em Brasília. Na oportunidade, os protestantes cobraram posicionamento das Forças Armadas. Para isso, eles colocaram cartazes e fizeram discursos em carros de som.

“Honrem a espada de Caxias”, pediam os participantes. Entre eles estavam indígenas. Além disso, houve oração ao presidente Jair Bolsonaro (PL). Inclusive, nesta sexta-feira, 9, o atual mandatário falou pela primeira vez a apoiadores após o segundo turno das eleições. Em frente ao Palácio da Alvorada, ele ouviu manifestantes que demonstraram apoio ao político e entoaram gritos. “Devo lealdade a todos os brasileiros. Ao longo de quatro anos, nós despertamos o patriotismo no Brasil. O povo voltou a admirar a sua bandeira. O povo voltou a acreditar que o Brasil tem jeito. Não é fácil você enfrentar todo o sistema. A missão de cada um de nós não é criticar, é unir. Muitas vezes, vocês têm informações que não procedem. Pelo cansaço, pela angústia, pelo momento, passam a criticar. Tenho certeza, entre as minhas funções garantidas pela Constituição, é ser o Chefe Supremo das Forças Armadas. As Forças Armadas são essenciais em qualquer país do mundo. Sempre disse, ao longo destes quatro anos, que as Forças Armadas são o último obstáculo para o socialismo. As Forças Armadas, tenho certeza, estão unidas. As Forças Armadas devem, assim como eu, lealdade ao nosso povo, respeito à Constituição e são um dos grandes responsáveis pela nossa liberdade”, discursou.

Bolsonaro acrescentou que decisões que passam pela sociedade são difíceis e por isso devem ser bem trabalhadas. “Se algo der errado porque eu perdi a minha liderança, eu me responsabilizo pelos meus erros. Mas peço a vocês, não critiquem sem ter certeza absoluta do que está acontecendo”, acrescentou.