Mais 13 mortes são registradas por Covid em Alagoas, um caso em São Miguel dos Campos

COMPARTILHE
Por: Agência Alagoas  Data: 04/03/2021 às 17:11
Fonte de Imagem: Getty Imagem

O Boletim Epidemiológico da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), desta quinta-feira (04), confirma mais 576 novos casos de Covid-19 em Alagoas, o estado tem um total de 133.796 casos confirmados do novo coronavírus até o momento, dos quais 3.106 estão em isolamento domiciliar.

127.022 pacientes já finalizaram o período de isolamento, não apresentam mais sintomas e, portanto, estão recuperados da doença. Há 11.999 casos em investigação laboratorial. Foram registradas 13 mortes em território alagoano. Com isso, Alagoas tem 3.047 óbitos por Covid-19.

Os casos confirmados de pessoas com a Covid-19 estão distribuídos nos 102 municípios alagoanos. Em relação ao quadro total de óbitos em Alagoas, estão confirmados 3.047 óbitos por Covid-19, mas, oito deles, eram de pessoas residentes em Pernambuco, São Paulo, Santa Catarina e Bahia, tendo como vítimas seis homens e duas mulheres. Dos 3.039 óbitos de pessoas residentes em Alagoas, 1.699 eram do sexo masculino e 1.340 do sexo feminino. Eram 1.370 pessoas que residiam em Maceió e as outras 1.669 moravam no interior do Estado, segundo o Centro de Informações Estratégicas de Vigilância em Saúde (Cievs), da Sesau.

Para ter acesso ao boletim epidemiológico, baste clicar neste link e baixar os dados da Covid-19.  

Óbitos – No boletim desta quinta-feira (04/03), mais 13 mortes foram confirmadas, laboratorialmente, por causa do novo coronavírus, sendo cinco vítimas da capital alagoana e oito do interior do Estado. As vítimas de Maceió eram três homens de 37, 69 e 86 anos e duas mulheres de 67 e 83 anos.

O homem de 37 anos era obeso e morreu no Hospital da Mulher (HM), em Maceió; o homem de 69 anos era hipertenso e morreu no Hospital Metropolitano de Alagoas (HMA), em Maceió; o homem de 86 anos tinha Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica (DPOC) e morreu no Hospital da Mulher (HM), em Maceió; a mulher de 67 anos era hipertensa e morreu no Hospital Metropolitano de Alagoas (HMA), em Maceió; e a mulher de 83 anos não tinha comorbidades e também morreu no Hospital Metropolitano de Alagoas (HMA), em Maceió.

Em relação às vítimas que residiam no interior do Estado, eram cinco homens de 36, 55, 65, 67 e 84 anos e três mulheres de 34, 63 e 81 anos. O homem de 36 anos, morava em Arapiraca, não tinha comorbidades e morreu no Hospital de Emergência do Agreste (HEA), em Arapiraca; o homem de 55 anos, era de São Miguel dos Campos, não tinha comorbidades e morreu na Santa Casa de São Miguel dos Campos; o homem de 65 anos, era de Santana do Ipanema, não tinha comorbidades e morreu no Hospital Clodolfo Rodrigues, em Santana do Ipanema; o homem de 67 anos, residia em Palmeira dos Índios, não tinha comorbidades e morreu no Hospital de Emergência do Agreste (HEA), em Arapiraca; o homem de 84 anos, morava em Traipu, era hipertenso, diabético e morreu no Hospital Chama, em Arapiraca; a mulher de 34 anos, era de Arapiraca, não tinha comorbidades e também morreu no Hospital Chama, em Arapiraca; a mulher de 63 anos, era de Lagoa da Canoa, tinha diabetes e morreu no Hospital da Mulher (HM), em Maceió; e a mulher de 81 anos, morava em Pão de Açúcar, era obesa e morreu no Hospital Regional de Arapiraca.