Live de Bolsonaro com apoiadores ultrapassa 1.5 milhão de visualizações; Lula só consegue 87 mil

COMPARTILHE !!
Por: iG  Data: 24/10/2022 às 06:36
Imagem: Reprodução

Na guerra por audiência em podcasts e lives nas redes sociais, o presidente Jair Bolsonaro (PL) tem se dado melhor que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Além de ultrapassar o número do petista em visualizações em podcasts, Bolsonaro também superou em transmissão nas redes sociais com apoiadores.

No sábado, dia 22, a transmissão do candidato do PL obteve mais de 1 milhão de visualizações simultâneas, contra 87 mil de Lula, feita no dia anterior. A transmissão do petista contou com a participação do deputado federal André Janones (Avante-MG), enquanto a de Bolsonaro teve participação de ministros, como Paulo Guedes (Economia), Fábio Faria (Comunicações) e Anderson Torres (Justiça).

A live também contou com a participação de empresários, como Roberto Justus, e do jogador da Seleção Brasileira e do Paris Saint-Germain, Neymar. O atleta disse que a declaração de apoio ao presidente é uma retribuição pela ajuda no “pior momento da vida”.

“Eu queria agradecer ao presidente. No momento mais difícil da minha vida, o presidente foi o primeiro a se posicionar publicamente dizendo que estaria do meu lado. Então, quando vi o que estava aconteceu, senti no meu coração que também deveria retribuir esse mesmo carinho que ele teve comigo sem ao menos me conhecer. A gente nem tinha se falado, [nem] tinha se conhecido pessoalmente. E ele botou ali o peito dele na frente, a cara na frente, sendo julgado e tudo, e acreditou em mim. Então eu estou fazendo o mesmo. Eu acredito no presidente, acredito que ele é o cara certo para conduzir o nosso Brasil”, disse, ao se referir as suspeitas de estupro contra uma modelo em 2019. A Polícia Civil já arquivou o caso.

A transmissão ainda contou com a participação de Romeu Zema, governador de Minas Gerais, que declarou apoio ao presidente mesmo após divergências nos últimos anos.

Live de Lula
O ex-presidente Lula participou de uma live nas redes sociais de Janones na sexta-feira (21), mas o encontro foi marcado por instabilidade na internet e críticas a Paulo Guedes.

Após a transmissão, Janones desdenhou da live de Bolsonaro e disse que se a audiência fosse ultrapassada pediria demissão, mas não informou se foi do cargo de deputado ou se deixaria a campanha do petista. A reportagem tentou contato com o parlamentar para saber os desdobramentos da fala, mas não obteve retorno até o momento.