Jornalista da Folha de São Paulo diz que é preciso parar de falar o nome de Jesus

Mariliz Pereira Jorge se mostrou incomodada com o nome de Jesus

COMPARTILHE
Por: Gospel Prime  Data: 02/07/2021 às 12:04
Fonte de Imagem: Reprodução/Twitter
Mariliz Pereira Jorge se mostrou incomodada com o nome de Jesus

A jornalista Mariliz Pereira Jorge, colunista da Folha de São Paulo, esbravejou no Twitter contra as citações ao nome de Jesus, usando como argumento a laicidade do Estado. “O Estado é laico. Parem de falar em Jesus”, escreveu ela com um palavrão no final.

A jornalista claramente se incomoda com a liberdade religiosa, já que tenta distorcer o termo “Estado laico” para defender que o nome de Jesus não seja mais citado.

Essa não é a primeira vez que um jornalista de veículo de esquerda se incomoda com posições religiosas. A jornalista Miriam Leitão, da Rede Globo, protagonizou um claro desconforto com a oração feita pelo presidente Jair Bolsonaro quando venceu às eleições de 2018.

Na ocasião, ela também falou em laicidade do Estado e usou a palavra “preocupação” para descrever seu incômodo com o fato de Bolsonaro ter sido abençoado na época.