Identificação facial vai ajudar descobrir suspeitos e foragidos da Justiça em Alagoas

COMPARTILHE
 Data: 06/10/2021 às 06:43
Fonte de Imagem: EBC

A parceria entre a Polícia Civil (PCAL) e a Perícia Oficial (POAL), órgãos integrantes da estrutura da Secretaria de Segurança Pública de Alagoas (SSP-AL),  trouxe mais um aspecto positivo que ajudará no trabalho de combate a criminalidade no Estado.

Na manhã desta terça-feira (5), o superintendente do Instituto de Identificação (II) de Alagoas, José Anízio de Amorim, esteve na Central de Flagrantes da Capital visitando o Núcleo de Identificação Criminal da Polícia Civil, e comunicou a liberação de mais uma ferramenta que ajudará na identificação de suspeitos e foragidos da Justiça envolvidos na prática de ilícitos penais.

O novo recurso é a identificação facial, e será usado pelo Núcleo de Identificação Criminal da Polícia Civil, na Central de  Flagrantes  de Maceió e Central de Polícia Civil de Arapiraca.

Do encontro, além do superintendente do Instituto de Identificação, participaram o coordenador da Central de Flagrantes, Daniel Pinto, o coordenador do Núcleo de Identificação Criminal, Overlack Alessandro, e o chefe da Papiloscopia Criminal, Marcelo Casado.

 “A parceria entre a Polícia Civil e a Perícia Oficial, que já tem a biometria online e identificação de adolescente infrator, ambos pioneiros no Brasil, já vem tendo ótimos resultados na identificação de foragidos da Justiça, e com a nova ferramenta os trabalhos serão mais otimizados no combate a criminalidade no Estado”, ressaltou o chefe do Núcleo de Identificação, agente PC Overlack Alessandro.

O coordenador da Central de Flagrantes da Capital, agente PC Daniel Pinto, disse que no encontro foram debatidas as possibilidades de novas parcerias com o Instituto, com o apoio total do delegado-geral da Polícia Civil, Carlos Reis, e do gerente de Polícia da Região 1, delegado Valter Nascimento.

imagem da materia
Marcelo Casado, Daniel Pinto, José Anízio de Amorim e Overlack Alessandro