Homem que fez criança de refém já matou mulher e colocou rato na boca da vítima

COMPARTILHE
 Data: 23/09/2022 às 08:06
Fonte de Imagem: Reprodução

O homem que fez uma criança de 7 anos e um jovem de 23 de reféns no bairro Parque São Pedro, região Norte de Belo Horizonte, já foi condenado por matar uma mulher. A vítima foi encontrada morta em 2008. Ela estava nua, com um pano enrolado no pescoço e com um rato dentro da própria boca. Insatisfação com o fim do relacionamento motivou o crime, segundo a acusação.

Leandro Pereira Mendes, de 39 anos, foi condenado a 14 anos de prisão em maio de 2011. Conforme a Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sejusp), ele ficou preso entre junho de 2008 e junho de 2016, quando recebeu alvará de soltura expedido pela Justiça. 

À época do crime com 19 anos, Rosana Batista Cândido foi encontrada morta dentro da própria casa no bairro Maria Goretti, região Nordeste de Belo Horizonte. A causa da morte foi apontada como estrangulamento. Leandro foi preso no dia seguinte ao crime. 

Sequestro
Leandro foi à casa da ex-mulher, de 25 anos, no bairro Parque São Pedro, região Norte de Belo Horizonte, nessa quinta-feira (21). Ele tentou abordar a mulher, que conseguiu escapar. Contudo, o filho dela, uma criança de 7 anos, e o amigo dela, um jovem de 23, foram feitos de reféns. Às 9h, o sequestro já durava mais de 14 horas. 

Segundo a Polícia Militar, o homem se manteve resistente em liberar a criança e o jovem. Ele exigiu a presença da ex-companheira, que é mãe do menino, para soltar as vítimas. Ela acompanha as negociações. Durante a madrugada, a mulher chegou a passar mal. 

Conforme a porta-voz da Polícia Militar de Minas Gerais, Major Layla Brunnela, as negociações pioraram. Leandro teria dito que só sai do local morto. “Ele está muito alterado e ameaçando a criança e o outro refém. Ele disse que não sairá vivo dessa ocorrência”.