Homem morto em Teotônio Vilela tinha passagens pela polícia e teve a casa incendiada em maio

Ronaldo foi embora para SP onde também teve problemas com a polícia

COMPARTILHE
Por: AlagoasWeb  Data: 30/09/2020 às 11:45
Fonte de Imagem: Redes Sociais
Ronaldo foi embora para SP onde também teve problemas com a polícia

Após levantamentos, a Polícia Militar e Guarda Civil Municipal (GCM) de Teotônio Vilela, identificaram o homem assassinado na noite desta terça-feira (29), no bairro Caixa D’agua. A vítima é Ronaldo Aureliano de Barros, de 40 anos.

Segundo informações das forças de segurança, Ronaldo tinha vários envolvimentos com delitos. Em maio deste ano, após ser preso, ele teve a incendiada por um desentendimento com traficantes e usuários de drogas, reveja: Incêndio de origem suspeita destrói três residências em Teotônio Vilela

Em contato com pessoas que afirmaram conhecer a vítima, a reportagem do AlagoasWeb foi informada que o homem tinha ido embora para São Paulo após problema da mesma natureza em Teotônio Vilela anos atrás. No estado paulista, ele teria se envolvido em um assalto a banco e, após um período preso, numa saída por indulto, voltou para Alagoas.

De acordo com GCM, o homem tinha envolvimento com o tráfico de drogas e pequenos furtos, “é possível que a morte tenha ligação com as práticas criminosas da vítima”, esclareceu um dos agentes de segurança que acompanhou o caso.

O corpo de Ronaldo Aureliano permanece no IML de Arapiraca, aguardando procedimento de autopsia para ser liberado para sepultamento.