HGE desmente morte de menina agredida pelo pai e madrasta em São Miguel dos Campos

COMPARTILHE
Por: AlagoasWeb  Data: 18/07/2022 às 16:23
Fonte de Imagem: Reprodução

Em nota emitida à imprensa, nesta segunda-feira (18), o Hospital Geral de Alagoas (HGE), em Maceió, informou que a menina A.S.H.S., de 5 anos, está viva.

O Hospital Geral do Estado (HGE), em Maceió, informa que a menor continua internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Pediátrica e seu quadro de saúde permanece grave. Ela chegou neste domingo (17), às 2h59, com ferimentos causados por agressão corporal.

A criança foi espancada quase até a morte. Ela respira com ajuda de aparelhos. Ainda de acordo com o HGE, ela não tem previsão para deixar a UTI ou receber alta.

O pai da menina, junto com sua mulher (madrasta da criança), foram presos como autores das agressões, mas o casal nega o espancamento e alega que a criança se machucou após cair no banheiro de casa.

As lesões encontradas no corpo da criança foram descobertas na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de São Miguel, quando ela precisou de socorro médico, no sábado (16). Logo após receber atendimento na UPA, ela foi transferida para o HGE.

A mãe da pequena A.S.H.S., foi embora da cidade e atualmente mora no Rio de Janeiro.