Golpe no Instagram usa perfil de professora de São Miguel dos Campos para vender produtos

COMPARTILHE
Por: AlagoasWeb  Data: 11/03/2022 às 15:39
Fonte de Imagem: AlagoasWeb/Fotomontagem

Perfis na rede social Instagram estão se transformando em alvos de criminosos que se utilizam de diversas artimanhas para roubar as contas e induzir seguidores a comprarem produtos e realizarem pagamentos de negócios que não existem.

Na noite da última terça-feira, dia 8, o golpe fez mais uma vítima, desta vez foi a professora da rede municipal de ensino de São Miguel dos Campos, Tatiana Mendes.

Em contato com a reportagem do AlagoasWeb nesta sexta-feira (11), ela contou detalhes de como tudo teve início.

– Na noite da terça-feira cheguei em casa e recebi, no direct do meu Instagram, uma mensagem dizendo que eu havia sido selecionada para concorrer a uma diária numa determinada pousada da qual eu já havia me hospedado. Me pediram para confirmar o meu nome e número do telefone, e eu, sem desconfiar do golpe, confirmei.

Tatiana conta que em seguia recebeu um link, via SMS e o contato da pousado, que também já havia sido hackeado ou clonado, pediu que ela fizesse um print da tela e não clicasse no link, apenas enviasse para o direct, assim ela conta que fez.

Em seguida a professora relata que seu perfil começou a dar bug (defeito) e ela percebeu que já não tinha o controle do perfil.

Logo após a invasão, Tati, como é mais conhecida, começou a receber mensagens de amigos dizendo que seu perfil estava vendendo moveis e pedindo dinheiro através de Pix, “usaram uma linguagem bem carinhosa, semelhante à forma como trato meus amigos. Daí pra frente começou o tormento e pessoas começaram a chegar em minha casa para retirar os tais moveis que haviam comprovado”, completa.

Ainda de acordo com Tatiana, os criminosos usaram seu perfil e divulgaram informações de que ela estava vendendo moveis para ajudar uma amiga, mas tudo não passou de um golpe, “inclusive pelos valores, bem fora da realidade”, destacou.

Segundo a professora, através do Whatzapp ele conseguiu falar com algumas pessoas e evitar que o pagamento ocorresse, outras não tiveram a mesma sorte e acabaram fazendo o pagamento.

Ao falar com a reportagem hoje, Tatiana disse que tudo ainda está muito tenso, que infelizmente ainda existem pessoas caindo no golpe, “algumas por me conhecer ainda acreditam e acabam fazendo o pagamento, por favor quem puder ajudar divulgue que tudo isso é um golpe”, pediu.

A professora afirmou que vai registrada Boletim de Ocorrência (BO) junto a Polícia Civil e pediu ainda, que denunciem o perfil que foi roubado, “espero que dessa forma isso possa parar e mais pessoas não acabem sendo enganadas”, concluiu.

Veja como se proteger

A maneira mais eficaz para se proteger e não ter seu perfil roubado ou invadido, é ativar a autenticação de duplo fator. Dessa forma, além de inserir a senha, é preciso incluir um outro código de acesso, enviado para um aplicativo instalado no seu celular.

Para ativar o recurso, navegue até as Configurações do Instagram, toque na opção Segurança e, em seguida, Autenticação de dois fatores.