Gasolina na Região Nordeste é a mais cara do País e fecha julho com preço acima da média nacional

COMPARTILHE
Por: Assessoria  Data: 11/08/2022 às 09:55
Fonte de Imagem: AlagoasWeb/Arquivo

De acordo com o último levantamento do Índice de Preços Ticket Log (IPTL), a Região Nordeste fechou julho com o litro da gasolina 11,94% mais barato, se comparado ao preço de junho. Porém, o preço médio de R$ 6,79, ainda é o mais caro do Brasil e está 4,4% mais caro que a média nacional, que fechou em R$ 6,50. O litro do etanol na região foi comercializado a R$ 5,86, com uma redução de 5,81%. Já o diesel comum e o S-10 fecharam o mês a R$ 7,81 e R$ 7,87, com altas de 4,00% e 3,67%, respectivamente, em relação ao mês anterior. 

“Nos destaques nacionais, a Bahia foi o único Estado em todo o território nacional a apresentar redução no preço do litro do diesel comum e do tipo S-10. Seguindo a tendência de meses anteriores, o Piauí permanece no topo do ranking da gasolina com o preço médio mais caro de todo o País. A gasolina, quando comparada ao etanol, segundo o IPTL, é o combustível economicamente mais vantajoso para abastecimento em todos os Estados nordestinos”, destaca Douglas Pina, Diretor-Geral de Mainstream da Divisão de Frota e Mobilidade da Edenred Brasil.

O IPTL é um índice de preços de combustíveis levantado com base nos abastecimentos realizados nos 21 mil postos credenciados da Ticket Log, que tem grande confiabilidade, por causa da quantidade de veículos administrados pela marca: 1 milhão ao todo, com uma média de oito transações por segundo. A Ticket Log, marca de gestão de frotas e soluções de mobilidade da Edenred Brasil, conta com mais de 30 anos de experiência e se adapta às necessidades dos clientes, oferecendo soluções modernas e inovadoras, a fim de simplificar os processos diários.