Fluminense quebra invencibilidade de 19 jogos do Flamengo

COMPARTILHE
Por: Jovem Pan  Data: 18/09/2022 às 18:27
Fonte de Imagem: Gilvan de Souza/Flamengo

Um pênalti polêmico marcado no final do primeiro tempo deu o que falar no Fla-Flu deste domingo, 18, no Maracanã, pela 27ª rodada do Brasileirão. Após Cano cair em disputa com o goleiro Santos, que havia rebatido a bola, o árbitro Raphael Claus deu pênalti. Ganso bateu e abriu o caminho da vitória do Fluminense sobre o Flamengo por 2 a 1.

O segundo gol foi de Nathan, de cabeça, aos 31 minutos da etapa final, em momento de desatenção da zaga rubro-negra. Gabigol descontou aos 38, aproveitando saída bisonha de Fábio.

O time carioca protestou bastante com a marcação e demonstrou nervosismo com a arbitragem na sequência do jogo. Talvez por isso, o Mengão não conseguiu mostrar o ótimo futebol que o levou a duas decisões (da Libertadores e da Copa do Brasil) e ainda perdeu uma invencibilidade que durava 19 partidas.

O duelo terminou com cinco expulsões: três do Flu, entre eles David Braz, que levou o vermelho do banco de reservas aos 6 minutos, e duas do Fla.

As duas equipes, que disputaram partidas decisivas da Copa do Brasil no meio de semana — o Flamengo se classificou contra o São Paulo e o Fluminense foi eliminado pelo Corinthians —, entraram com os titulares e demonstraram cansaço no final.

O clima, por outro lado, esquentou. Primeiro foi Gabigol e Arias que discutiram e trouxeram com eles outros jogadores. Pouco tempo depois, nova “bolinho” terminou com as expulsões dos flamenguistas Marinho e Everton Cebolinha e dos tricolores Manoel e Caio Paulista. Everton e Caio só levaram o vermelho após intervenção do VAR, que flagrou os dois se estranhando.

Com a vitória, o Tricolor carioca foi a 48 pontos e assumiu a vice-liderança do Brasileiro. Para mantê-la, terá de secar o Internacional,  que amanhã enfrentará o Atlético-GO, fora de casa. O Flamengo, estacionado nos 45, caiu para a quarta colocação e corre o risco de ser ultrapassado por Corinthians e Athletico-PR. O líder é o Palmeiras, que tem 54.

Marcelo Gonçalves/ Fluminense FC