Família denuncia homem por estupro do próprio sobrinho deficiente

COMPARTILHE
Por: Array / AlagoasWeb  Data: 18/02/2020 às 16:42
Fonte de Imagem: Reprodução

Suspeito pode estar escondido em Boca da Mata

Uma família residente no bairro do Clima Bom, em Maceió, denunciou nesta terça-feira, dia 18, um homem de 55 anos, pelo crime de estupro. O acusado é tio da vítima, um jovem de 28 anos, que sofre de paralisia cerebral.

De acordo com a família, o crime aconteceu na manhã de ontem, “ele ficou tomando conta do sobrinho, enquanto a esposa foi até uma casa lotérica, nesse interim, outra pessoa da família chegou em casa e encontrou as portas fechadas, e ele saindo do quarto”, conta uma prima da vítima.

A testemunhas disse que ao entrar no quarto encontrou a vítima completamente sem roupas e em estado de choque. Ao indagar o homem sobre o que havia acontecido, ele disse que tinha dado banho no jovem a pedido da esposa, “mas tudo não passava de mentiras”, afirma a testemunha.

Sem saber o que fazer, a mulher tentou conversar com o irmão, perguntando se o tio tinha feito alguma coisa com ele. Apesar de atônita, a vitima confirmou que sim, “meu mundo desabou nesse momento, eu não sabia o que fazer”, completa a irmã.

Ela disse que tentou encontrar alguém da família por perto, mas só por telefone conseguiu pedir ajuda, “minha mãe chegou em casa rápido, todos ficaram desesperados, mas ele(acusado) negou tudo”, lembra.

Enquanto a família tentava entender a situação e buscar ajudar para confirmar o caso de abuso, o homem deixou o local. “Não sabemos para onde ele foi, ontem à noite foi visto em uma empresa no Santos Dumont, depois em outro local no mesmo bairro”, esclarece uma prima da vítima.

Ainda segundo a família, o rapaz foi levado ao Instituto de Medicina Legal Estácio de Lima, ele foi submetido a exames de corpo de delito e confirmado o estupro, “também já registramos boletim de ocorrência, esperamos que a polícia tire esse criminoso das ruas”, conclui a irmã.

Familiares e amigos usaram redes sociais para divulgar fotos do suspeito, que pode ter fugido para a cidade de Boca da Mata, onde tem parentes. Por força da Lei de Abuso de Autoridade, o AlagoasWeb não divulgará o nome e fotos do homem.

Se você tem informações sobre o suspeito, denuncia, ligue para o Disk Denuncia 181.