Família acredita que ossada achada em Campo Alegre seja de trabalhador desaparecido em São Miguel dos Campos

COMPARTILHE
Por: Array / AlagoasWeb  Data: 23/12/2018 às 11:50
Fonte de Imagem: AlagoasWeb/Redes sociais

Exame de DNA deve confirmar suspeitas da família

Familiares do trabalhador Marcelo Lima dos Santos, de 32 anos, desaparecido desde 31 de outubro, acreditam que a ossada humana encontrada no sábado (22), na zona rural de Campo Alegre, seja dele.

Marcelo sumiu depois de sair do trabalho, na Usina Caeté, em São Miguel dos Campos. Ele trajava blusa azul e calça de pano. “Familiares estiveram no local do achado e reconheceram a roupa”, disse um amigo da família ao AlagoasWeb.

Reveja: Família pede ajuda para encontrar homem que desapareceu depois de sair do trabalho

A moto do trabalhador, veículo que ele conduzia quando desapareceu, uma Honda CBX 250, cor vermelha, placa MVH-1428/AL, permanece desaparecida.

Material genético da família deve ser coletado para confirmar, através de exames de DNA, se a ossada humana pertence a Marcelo Lima. O AlagoasWeb vai continuar acompanhando o caso para confirmar.

Além de Marcelo Lima, outro jovem permanece desparecido em São Miguel dos Campos, Roberto Wilian dos Santos, de 23 anos. Ele teria desaparecido de sua residência no Hélio Jatobá, mas o AlagoasWeb não recebeu nada oficial sobre o caso.