Ex-patrão é preso acusado de encomendar chacina que deixou 4 mortos por dívida trabalhista

COMPARTILHE
Por: G1  Data: 04/09/2020 às 09:29
Fonte de Imagem: Reprodução

Justiça decretou prisão temporária de ex-chefe e de homem apontado como matador de aluguel

O Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) prendeu na quarta-feira (2) um homem acusado de encomendar o assassinato de três ex-funcionários em junho de 2020 na Zona Leste de São Paulo.

A chacina, que deixou dois donos de uma funilaria e dois sobrinhos de um dos sócios mortos, ocorreu na região da Cidade A.E. Carvalho, na Zona Leste de São Paulo. As vítimas tinham idades entre 30 e 45 anos.

Segundo o diretor do DHPP, delegado Fábio Pinheiro Lopes, o ex-patrão encomendou as mortes de 3 funileiros devido a uma disputa judicial envolvendo dívidas trabalhistas e danos morais. Os ex-funcionários haviam acabado de ganhar a causa na Justiça.

O ex-patrão acompanhou o homem apontado como matador de aluguel no dia e no local do crime, uma oficina de funilaria automotiva, diz o delegado. A oficina era nova e funcionava há cerca de um ano.

O homem apontado como matador de aluguel, que realizou o ataque, também foi preso. O patrão acompanhou o matador de aluguel no momento do crime, diz a polícia. A Justiça decretou a prisão temporária de ambos por 30 dias.

No dia do ataque, testemunhas afirmaram ter visto um Gol branco com os suspeitos do crime. O veículo foi identificado pelo DHPP e estava com placas clonadas.

Familiares das vítimas, que fizeram o reconhecimento dos corpos, ouviram dos policiais que os homens foram colocados de joelho antes de serem mortos, o que indica execução. Nenhuma cápsula foi encontrada no local.