Estudantes da Ufal realizam ações voltadas para crianças em tratamento contra o câncer

COMPARTILHE
Por: Ascom UFAL  Data: 24/08/2022 às 15:32
Fonte de Imagem: Reprodução


São as ações de saúde voltadas para crianças em tratamento contra o câncer que movem os integrantes da Liga Acadêmica de Oncologia Pediátrica (LAOnP). Fundada por graduandos do curso de Farmácia da Universidade Federal de Alagoas (Ufal), a Liga atua de forma multidisciplinar e conta com a participação de estudantes da área de saúde da Ufal e também de outras instituições de ensino superior de Maceió.

Cursos, estudos científicos, palestras, treinamentos e oficinas são algumas das atividades realizadas pelos integrantes da Liga com o objetivo de informar e produzir conhecimento sobre o câncer infantil, auxiliando no tratamento. O coordenador da LAOnP, professor Carlos Artur, explica que todo o trabalho é pensado e articulado para ações junto à comunidade, com o conhecimento científico colocado em prática por meio de ações proativas que beneficiam a população e promovem o desenvolvimento social e humano dos alunos.
“A LAOnPA promove atividades em três eixos: no ensino, promovendo aulas, treinamentos,  cursos, palestras e oficinas; já na pesquisa, os ligantes buscam desenvolver estudos com temáticas relacionadas ao câncer infantil; por fim, na extensão, promovendo ações junto às entidades parceiras na forma de oficinas, rodas de conversa, palestras, partilhando  informações mais claras e mais acessíveis sobre o tema”, informa o coordenador. E reforça: “Nossa missão é proporcionar aos participantes acadêmicos uma ampliação dos conhecimentos teórico-prático em Oncologia Pediátrica, complementando a formação acadêmica com ações de contribuição para a comunidade”.

O docente destaca “o papel acadêmico, científico, extensionista e social dessas atividades na formação do aluno”, ao salientar que toda a organização e administração da Liga é de responsabilidade dos graduandos. “Nós, enquanto coordenação, damos o suporte técnico científico e logístico, quando necessário, para que as atividades sejam realizadas de forma exitosa. Assim, os ligantes desenvolvem outras habilidades como liderança, cooperação, organização, desenvolvimento, logística e administração, que nem sempre são possíveis de serem desenvolvidas nas atividades acadêmicas de rotina”, ressalta.

Combate à leucemia
Uma das ações realizadas pela LAOnP, em junho deste ano, foi voltada para a conscientização do diagnóstico da leucemia. A equipe de estudantes esteve presente no Hospital Veredas, em Maceió, e compartilhou conhecimento sobre o tema por meio de roda de conversa e abordagem didática.

O coordenador da LAOnP explica que a ação foi realizada por conta da campanha “Junho laranja” que é voltada para a conscientização sobre o diagnóstico da leucemia. “As leucemias são um grupo de doenças malignas que afetam o sistema hematopoiético (medula óssea e sangue), desregulando a hematopoese normal, resultando em um quadro patológico grave, que se não for tratado, pode levar o paciente à morte. As leucemias afetam pacientes de todas as idades, sexo e etnias”, informa o coordenador.

Samara Barahona, estudante de Farmácia da Ufal e ligante da LAOnP, falou sobre a importância da atividade. “Essa ação que fizemos foi bastante importante para compartilhar um pouco do nosso conhecimento com as crianças e suas famílias. Por meio da roda de conversa, abordamos de forma simples e ouvimos um pouco do que eles tinham a compartilhar conosco, além de interagir com as crianças de maneira divertida e leve”, disse.

Para o ligante e graduando Bruno Roberto, também do curso de Farmácia da Ufal, “o primeiro contato na ala oncológica pediátrica foi de extremo aprendizado para olhar o lado humano da temática de uma forma mais clara”. E ressalta: “Conhecer cada uma das crianças e pais, individualmente, mostra o quanto cada caso é único e como os pacientes e familiares lidam com isso. Ver, de perto, o quanto uma simples conversa ou brincadeira pode melhorar muito o estado emocional do paciente, foi muito importante para ver a diferença que nós, enquanto Liga, podemos causar nesse ambiente”.

Observar, na prática, a realidade de crianças em tratamento e de seus familiares promove também uma formação humanizada. Foi o que constatou a estudante de Medicina da Universidade Tiradentes (Unit) e ligante da LAOnP, Gabriela. “A ação no Centro de Oncologia Pediátrica, no Hospital Veredas, foi de extrema importância tanto para minha formação quanto para minha visão de mundo. Ao ouvir as mães dando seus relatos sobre as patologias dos seus filhos, coisa que antes eu só tinha conhecimento teórico e técnico, me fez entrar um pouco na realidade do que elas passam e da força que elas têm. As crianças, ainda que pacientes oncológicos, continuavam a sorrir e brincar com muita energia”, relatou.

A graduanda em Psicologia da Ufal, Cristal, também falou sobre a atitude alegre das crianças, mesmo passando por um tratamento difícil. “A ação nos permitiu entrar um pouquinho no mundo dessas crianças e proporcionar um ambiente divertido e seguro para a partilha de experiências. Tivemos contato com diferentes idades e personalidades, mas todos com energia e a vontade de qualquer criança: brincar! Foi lindo poder fazer parte dessa animação e por meio de atividades lúdicas conversar com todos eles. Acredito que esse momento gerou vínculos muito valiosos”, disse.

Avaliando a atividade realizada, o coordenador reforça que as Ligas não se resumem a apenas um projeto de Extensão dentro das instituições de ensino superior. “Elas inovam, desenvolvem, articulam e promovem o conhecimento em sua totalidade, fortalecendo o ensino, favorecendo o desenvolvimento científico e sócio cultural dos alunos. É, na verdade, a consolidação do ensino, pesquisa e extensão”.          

Como ingressar?
A Liga Acadêmica de Oncologia Pediátrica (LAOnP) é vinculada ao Instituto de Ciências Farmacêuticas (ICF) da Ufal. Para fazer parte, é preciso passar por um processo seletivo.

Estudantes da área de saúde da Ufal e também de outras instituições de ensino superior de Maceió podem se candidatar a uma das vagas.

A seleção é anual, via edital de seleção publicado e amplamente divulgado. O próximo processo seletivo será em junho de 2023.

Uma vez selecionados, os estudantes ficam na Liga pelo período de um ano. Ao fim da participação, recebem certificado.

Para acompanhar as atividades, acesse https://www.instagram.com/laonp_al/