Entregador de gás que matou dona de casa para roubar é preso um dia após o crime

COMPARTILHE
Por: Com PC/AL  Data: 22/11/2021 às 05:55
Fonte de Imagem: PC/AL

Criminoso usou uma blusa para enforcar a vitima

Um dia depois do assassinato, e após minucioso trabalho de investigação, policiais civis do Núcleo de Inteligência da Delegacia Geral da Polícia Civil (NIDGPC), em conjunto com a equipe da delegacia da cidade de Colônia Leopoldina, conseguiram elucidar e prender, na tarde do sábado (20), o autor do latrocínio que vitimou Edlene Rodrigues de Moura, de 47 anos.

O crime aconteceu na sexta, dia 19 e, segundo a polícia, o acusado, de 20 anos, foi preso e confessou o crime.

De acordo com a Polícia Civil, o autor contou que foi entregar um botijão de gás na casa da vítima, e lá percebeu que ela morava sozinha e revendia roupas e bijuterias. “Após algum tempo retornou alegando que queria comprar algumas roupas e cometeu o homicídio, subtraindo da vítima a quantia de R$ 2.700, algumas camisas e um boné”, revelou um agente da PC.

O policial civil disse ainda que logo em seguida ao crime, o autor foi a uma loja na cidade e comprou um aparelho celular novo, pagando com o dinheiro obtido com o latrocínio.

O crime causou grande comoção na cidade devido a natureza pacata da vítima e por ser uma pessoa muito conhecida. “O jovem matou a vítima enforcando-a com a própria blusa da mulher”, completou.

O autor foi preso em sua residência juntamente com os pertences que ele havia subtraído da casa da vítima, bem como o celular que comprou, oriundo do crime.

Todo o trabalho de investigação e prisão foi acompanhado pelo secretário de Segurança Pública, Alfredo Gaspar e pelo delegado-geral da Polícia Civil, Carlos Reis, que determinaram aos policiais total empenho para a elucidação do crime.

Na ação para a captura e prisão do acusado, policiais militares do serviço reservado da PM também deram apoio a ação.