Empresário vira réu após jogar R$ 76 mil na Mega da Virada e pagar com cheques sem fundo

COMPARTILHE
Por: Correio 24 Horas  Data: 31/12/2021 às 07:32
Fonte de Imagem: EBC

Um empresário de Minas Gerais, de 52 anos, será julgado pela Justiça do Ceará depois de pagar uma aposta da Mega da Virada no valor R$ 76 mil usando dois cheques sem fundo. O caso aconteceu em uma casa lotérica de Fortaleza no final de 2020. O processo foi aceito pela 10ª Vara Criminal no dia 6 de dezembro deste ano. Segundo o portal G1, ele também é acusado de aplicar o mesmo golpe nos estados do Piauí, Goiás e no Distrito Federal. 

O homem, que dizia ser dono de um shopping na cidade de Caucaia, na Região Metropolitana de Fortaleza, jogava cerca de R$ 3 mil reais toda semana, mas no concurso que costuma pagar o maior prêmio do ano ele fez R$ 76 mil em jogos. O pagamento foi realizado com dois cheques no valor de R$ 38 mil cada.

O dono da lotérica contou que ele sempre pedia prazos maiores para fazer o pagamento das apostas, com a desculpa de que a empresa dele estava de recesso. Segundo a denúncia do Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE), quando ele não conseguiu compensar o cheque para receber o dinheiro, resolveu ir até o endereço da empresa do apostador, mas o local não existia. 

O Ministério Público e a Polícia Civil pediram a prisão preventiva do empresário, mas a Justiça ainda não se manifestou sobre o caso. A defesa do empresário nega o golpe e diz que o problema foi com o banco. Alega também que o acusado já pagou R$ 20 mil ao dono da lotérica e está tentando fazer um acordo para pagar o restante da dívida.