Dono de lava jato é preso por permitir que menor guiasse moto em São Miguel dos Campos

No local PRF recuperou uma motocicleta com motor de outro veículo roubado

COMPARTILHE
Por: AlagoasWeb com PRF/AL  Data: 21/09/2020 às 12:40
Fonte de Imagem: Ascom PRF/AL
No local PRF recuperou uma motocicleta com motor de outro veículo roubado

A Polícia Rodoviária Federal (PRF), recuperou uma moto roubada durante diligencia para atuar o dono de um lava jato na tarde do domingo (20), após o homem permitir que um menor guiasse uma motocicleta.

O flagrante ocorreu no km 138 da BR 101, em São Miguel dos Campos.

Policiais rodoviários federais realizavam ronda no trecho quando flagraram uma motocicleta Honda Pop 100, de cor branca, placa de São Miguel dos Campos, cometendo uma série de infrações de trânsito: passageiro sem capacete e conversão proibida, quase provocando uma colisão com um veículo de carga.

A PRF abordou o veículo e identificou o condutor, um menor de idade, sem Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

De acordo com os policiais, o rapaz disse que trabalhava como ajudante em um lava jato da região e que o dono entregou a moto ele ir até sua casa. Os policiais foram ao local e o homem confirmou que entregou a moto ao menor, mesmo sabendo que ele não possuía CNH.

Os policiais deram voz de prisão ao homem, substituído o flagrante pelo Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO), sendo o mesmo liberado após assinar o termo de compromisso de comparecimento ao Juizado Especial Criminal. Ele deve responder pelo crime de entregar veículo automotor a pessoa não habilitada (art. 310 do CTB).

Enquanto estavam no estabelecimento (lava jato), os policiais avistaram uma motocicleta Honda CG, cor cinza, placa de Arapiraca, que chamou a atenção por o lacre da placa traseira está rompido.

Os PRFs realizaram os procedimentos de identificação do veículo e descobriram que o número do chassi da moto era verdadeiro, mas o número do motor era de outra moto com ocorrência de roubo/furto.

Questionado da procedência da moto, o dono do lava jato disse que o veículo pertencia a outra pessoa, esclarecendo que o suposto proprietário deixou a motocicleta para lavar no sábado (19), mas até aquele momento não havia retornado.

O homem disse ainda que era normal clientes deixarem veículos para serviço e só retornar para buscar no dia seguinte ou em outro dia.

 A motocicleta foi apreendida e levada para 6ª Delegacia Regional da Polícia Civil de São Miguel dos Campos. O dono do lava jato foi conduzido como testemunha, para esclarecimentos da apreensão.