Deputada mais jovem do País toma posse em Alagoas

COMPARTILHE
Por: Array / Assessoria  Data: 02/02/2019 às 11:05
Fonte de Imagem: Assessoria

Cibele Moura afirma que mandato será pautado na transparência e ética e promete trabalhar pela juventude

A deputada mais jovem do País, a alagoana Cibele Moura (PSDB), de 21 anos,tomou posse no cargo na tarde desta sexta-feira (1), em solenidade na Assembleia Legislativa Estadual (ALE). Eleita para seu primeiro mandato com expressiva votação – 37.824 votos - Cibele passa a integrar a bancada da Casa, composta por 27 parlamentares, e assegura que seu mandato será pautado na transparência e na ética, numa nova forma de pensar e fazer política, voltada sobretudo para a juventude.

“Buscarei sempre fazer diferente, como prometi durante minha campanha. Meu mandato será pautado na transparência e na ética. Trarei para a Assembleia pautas e projetos de lei que possam contribuir para reverter os indicadores sociais que infelizmente ainda maltratam tanto a nossa gente”, afirma Cibele, ao destacar que entre suas ações prioritárias estão a profissionalização e abertura de vagas de emprego para os jovens.

A parlamentar entende que ser a mais jovem deputada estadual do Brasil aumenta ainda mais sua responsabilidade, mas ela está segura de que o desafio será vencido com trabalho, empenho, dedicação e disposição de fazer o melhor por Alagoas.

“Ser a deputada mais nova do Brasil é uma responsabilidade gigantesca, mas podem ter certeza que vou representar a nova política”, garante, ao falar de sua alegria em assumir o mandato. “É um momento de felicidade e ao mesmo tempo de ansiedade ao chegar na Assembleia e fazer o que a gente vinha prometendo durante todo o processo de campanha, que é a transformação, um momento de renovação. A gente está chegando para, de fato, trabalhar muito por Alagoas. Estamos chegando para trabalhar e mudar a vida dos jovens de Alagoas”, diz.

Além da juventude, Cibele Moura tem como prioridade as mulheres. Ela integrará a bancada feminina da ALE que nesta última eleição foi ampliada, passando de duas deputadas para cinco. “É uma conquista muito importante não apenas para mim, mas para o Estado, que terá na bancada feminina a oportunidade de trazer para a Assembleia Legislativa o debate com prioridade em políticas públicas para a mulher. Teremos muito trabalho daqui para a frente. Vamos honrar nossas promessas de campanha, fiquem certos disso”, afirma.