Dentista morre baleado pela PM após tentar matar a mulher e a enteada

COMPARTILHE
Por: BHAZ  Data: 13/08/2022 às 08:52
Fonte de Imagem: Redes sociais

Um dentista, de 55 anos, foi morto na noite da quinta-feira, dia 11, durante um confronto com a Polícia Militar após manter a companheira e enteada como reféns em uma casa do bairro Santa Cruz, na região nordeste de Belo Horizonte, em Minas Gerais.

A corporação foi acionada após vizinhos ouvirem disparos de arma de fogo dentro da residência.

Ao chegarem no local, os policiais ouviram gritos de socorro e, pela casa de um dos vizinhos, avistaram o autor, Fernando Mares, com uma arma em mãos. A enteada do homem, de 24 anos, abriu o portão para os agentes, momento em que o agressor se trancou em um dos quartos com a jovem e a mãe dela, de 54 anos.

Os policiais precisaram arrombar a porta do cômodo na tentativa de abordar o homem, que ficou durante todo o momento com a arma apontada para a cabeça da enteada. Quando os militares entraram no local, a companheira dele já estava ferida em cima da cama.

Dentista aponta arma para policiais
Ainda segundo a PM, o homem passou a apontar a arma aos militares, após tentativas frustradas de negociação. Os policiais então dispararam sete vezes contra o dentista, que foi encaminhado ao hospital, mas não resistiu aos ferimentos.

As duas vítimas foram encaminhadas ao Hospital Odilon Behrens, na região Noroeste de BH, onde se encontram internadas. Ao BHAZ, a instituição que as duas receberam os primeiros atendimentos e foram transferidas para um hospital particular para continuidade do tratamento.

Aos policiais, a enteada informou que as ameaças começaram após um desentendimento entre o homem e a mãe dela. A jovem disse, ainda, que o homem pretendia tirar a própria vida após matar as duas.

Em nota enviada à reportagem, a Polícia Civil informou que deslocou a perícia técnico-científica ao local do crime para coletar material para a investigação. “Um inquérito foi instaurado para apurar as circunstâncias do ocorrido”, informou a corporação.