DC oficializa candidatura de Eymael a presidente; União Brasil anuncia Soraya Thronicke como pré-candidata à Presidência

COMPARTILHE
Por: Agência Brasil  Data: 03/08/2022 às 05:52
Fonte de Imagem: EBC

O partido Democracia Cristã (DC) oficializou ontem (2), em sua convenção nacional, José Maria Eymael como candidato da legenda à Presidência da República. Será a sexta vez em que Eymael concorrerá ao cargo de presidente. A convenção do partido ocorreu na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (Alesp), na capital paulista. 

“Vamos levar o nosso país onde ele merece estar, a serviço das famílias do Brasil. O compromisso central do Democracia Cristã é o compromisso com os valores da família. Todos nós, democrata-cristãos temos esse compromisso. Olhar os brasileiros, cuidar dos brasileiros, cuidar um dos outros. É isso que a nação espera do próximo presidente da República”, disse o candidato.

O candidato à vice-Presidência da República não foi oficializado nesta terça-feira pelo partido e será escolhido nos próximos dias pela comissão executiva do diretório nacional da legenda.

Biografia
Nascido em Porto Alegre (RS), Eymael cursou filosofia e direito na Pontifícia Universidade Católica (PUC) do Rio Grande do Sul. Formou-se em direito, com especialização em direito tributário, e atua como empresário há 50 anos nas áreas de marketing, comunicação e informática.

Como líder universitário, Eymael presidiu o Centro Acadêmico São Tomás de Aquino da Faculdade de Filosofia da PUC-RS e a Federação dos Estudantes de Universidades Particulares do Rio Grande do Sul (FEUP). Nessas funções, coordenou campanhas nacionais e regionais como a do Barateamento do Livro Didático. Em 1962, ingressou no Partido Democrata Cristão (PDC) em Porto Alegre, passando a atuar na Juventude Democrata Cristã. Eymael foi deputado constituinte.

Soraya Thronicke é pré-candidata à Presidência
O União Brasil anunciou nesta terça (2) que a senadora Soraya Thronicke (MS) é a pré-candidata do partido à Presidência da República. O nome de Soraya, no entanto, deverá ser confirmado em convenção nacional do partido. As convenções partidárias para oficializar candidaturas devem acontecer até o dia 15 de agosto.

A pré-candidatura da senadora sul-mato-grossense ocorre após a desistência do presidente do partido, deputado federal Luciano Bivar, de concorrer na eleição de 2 de outubro. “Resolvi voltar e permanecer na Câmara Federal”, disse em discurso na convenção estadual do União Brasil, em Pernambuco, seu reduto eleitoral.

Soraya Thronicke é senadora de primeiro mandato, eleita em 2018 pelo PSL, então partido do presidente Jair Bolsonaro. Após o PSL se fundir com o Democratas, criando o União Brasil, parlamentares mais alinhados com Bolsonaro deixaram a legenda para se juntarem ao presidente no PL, mas Soraya continuou no partido, mostrando fidelidade a Bivar. Ela é advogada e empresária.