CSA perde por 3×0 para o Operário

COMPARTILHE
Por: Globo Esporte  Data: 19/08/2020 às 06:06
Fonte de Imagem: José Tramontin/Operário-PR

Com gols no segundo tempo, o Operário-PR venceu o CSA, por 3 a 0, no Germano Krüger, nesta terça-feira, pela quarta rodada da Série B do Brasileiro 2020. Os gols do Fantasma foram marcados por Schumacher (de letra), Mazinho (de cabeça) e Lucas Batatinha (aproveitando lambança da defesa). O resultado mantém o Operário-PR invicto na competição, enquanto o CSA fez apenas seu segundo jogo após ter vários jogadores com Covid-19.

Como fica
Com a vitória, o Operário-PR chega a oito pontos e assume a vice-liderança. Com dois jogos a menos, o CSA tem três pontos e é o 12º colocado.

Próximos jogos
O CSA volta a jogar na próxima sexta-feira, quando encara a Ponte Preta, às 21h30 (de Brasília), no Moisés Lucarelli. O Operário-PR entra em campo no domingo para enfrentar o Paraná Clube, às 11h, na Vila Capanema. Os dois jogos são válidos pela quinta rodada da Série B.

1º tempo
O campo encharcado por causa da chuva atrapalhou muito os dois times no primeiro tempo. Operário-PR e CSA tentaram, mas a bola mais parava do que conseguia correr. O time alagoano tentou criar uma pressão na primeira parte, mas só chegou mesmo aos oito minutos, em chute todo torto de Andrigo. O Fantasma ainda teve a melhor chance, em jogada de Thomaz que o goleiro Cajuru defendeu, aos 37 minutos.

2º tempo
O Operário-PR viu a bola parada como o principal caminho para o gol. E foi assim que abriu o placar: aos 10, Sávio cobrou falta, a bola ficou viva dentro da área, e Schumacher mandou de letra para a rede. O Fantasma ampliou aos 19. Tomas Bastos cobrou escanteio, e Mazinho desviou de cabeça para o gol. O CSA acertou duas vezes o travessão: uma aos 24, em uma bomba de fora da área de Igor Fernandes, e outra com Yago, aos 34, em cabeceio após cobrança de escanteio. Aos 38, o Operário-PR chegou ao terceiro gol: Norberto e Cajuru não se entenderam, trombaram na área, e a bola sobrou fácil para Lucas Batatinha fechar o placar.