CSA é rebaixo após virada do Cruzeiro no fim do jogo

COMPARTILHE !!
Por: Gazeta Esportiva  Data: 07/11/2022 às 05:53
Imagem: Cris Mattos/Cruzeiro

O Cruzeiro e CSA se enfrentaram pela última rodada da Série B do Campeonato Brasileiro na noite do domingo, dia 6. No Mineirão, o time do técnico Adriano Rodrigues ficou duas vez na frente do placar, com gols de Lourenço e Lucas Barcelos, mas viu a equipe de Paulo Pezzolano virar nos minutos finais para 3 a 2, com tentos de Rômulo e Luvannor, além do Geovane, ainda na primeira etapa.

Com o resultado, o CSA está rebaixado para a Série C do Campeonato Brasileiro. Os alagoanos terminam na 17ª posição, com 42 pontos, dois atrás do Novorizontino, que venceu o Operário-PR por 3 a 0 e se livrou da queda.

O campeão Cruzeiro, por sua vez, acaba com 78. Após três anos disputando a segunda divisão, a Raposa voltará a disputar a Série A.

O jogo entre Cruzeiro e CSA
No primeiro tempo, o CSA abriu o placar aos 21 minutos do primeiro tempo. Lourenço recebeu perto do bico direito e bateu colocado para o fundo das redes.

Aos 39, veio o empate do Cruzeiro. Machado cobrou escanteio e Geovane subiu para cabecear para dentro da meta.

Dois minutos depois, a Raposa teve um gol anulado. Bruno Rodrigues recebeu de Edu e balançou as redes. Porém, o tento foi anulado por impedimento.

No segundo tempo, Rafael Cabral evitou o segundo tento do CSA aos nove minutos. Yann ficou com a sobra na área, mas parou em grande defesa do goleiro.

Aos 35 minutos, os alagoanos voltaram a ficar na frente do placar. Gabriel entrou livre na área e tocou para Lucas Barcelos mandar para o fundo das redes.

Porém, nos minutos finais, o Cruzeiro conseguiu a virada. Rômulo empatou aos 44 minutos e Luvannor, logo em seguida, fez o terceiro da Raposa.

FICHA TÉCNICA
CRUZEIRO 3 X 2 CSA

Local: Mineirão, em Belo Horizonte (MG);
Data: 6 de novembro de 2022, domingo;
Horário: 18h30 (de Brasília);
Árbitro: Jean Pierre Gonçalves Lima (RS);
Assistentes: Jorge Eduardo Bernardi (RS) e Luanderson Lima dos Santos (BA);
VAR: Daniel Nobre Bins (FIFA-RS);
Cartões amarelos: Oliveira, Geovane (CRU); Yann Rolim (CSA)
Gols:
Cruzeiro: Geovane (39 do 1º tempo), Rômulo (44 do 2º tempo) e Luvannor (45 do 2º tempo)
CSA: Lourenço (21 do 1º tempo) e Lucas Barcelos (35 do 2º tempo)

CRUZEIRO: Rafael Cabral; Zé Ivaldo, Oliveira e Eduardo Brock; Geovane, Pedro Castro (Willian Oliveira), Machado (Rômulo), Bidu e Marquinhos Cipriano (Jajá); Bruno Rodrigues e Edu.
Técnico: Paulo Pezzolano

CSA: Marcelo Carné; Éverton Silva (Lucas Marques), Douglas Nascimento, Lucão e Diego Renan; Geovane (Pais), Gabriel (Ferreira) e Yann Rolim (Gabriel Tonini); Lourenço (Lucas Lourenço), Rodrigo Rodrigues (Luvannor) e Osvaldo (Lucas Barcelos).
Técnico: Adriano Rodrigues