CSA bate o Náutico por 3 x 1 e entra no G-4

Time alagoano saiu atrás do placar, mas deu a volta por cima e saiu com os três pontos

COMPARTILHE
 Data: 01/11/2020 às 09:32
Fonte de Imagem: Caio Falcão
Time alagoano saiu atrás do placar, mas deu a volta por cima e saiu com os três pontos

O CSA entrou provisoriamente no G-4 da Série B do Campeonato Brasileiro ao derrotar o Náutico pelo placar de 3 a 1, na noite deste sábado 31), no estádio Rei Pelé, pela 19ª rodada. De quebra, o time alagoano empurrou o rival para a zona de rebaixamento.

Com o resultado, o CSA chegou aos 28 pontos, na quarta posição, mas ainda pode ser ultrapassado por Juventude (28) e Ponte Preta (27), que ainda não entraram em campo na rodada. O Náutico, por outro lado, caiu para a 18ª posição, com 19, deixando o Cruzeiro fora da degola.

GRANDE JOGO!
O começo do Náutico fez parecer que o time conquistaria uma vitória fácil neste sábado e se distanciaria da zona de rebaixamento, mas o ímpeto durou pouco. O time pernambucano se perdeu e acabou facilitando a virada do CSA. O primeiro tempo, no entanto, foi alucinante. Aos sete minutos, Kevyn apareceu pela esquerda e cruzou para Erick estufar as redes.

O CSA foi, aos poucos, tomando conta do jogo e quase fez um gol olímpico com Diego Renan, que ficou na defesa de Jefferson. A virada foi iniciada aos 30 minutos. O lateral cruzou a bola para Rafael Bilu, que cabeceou no fundo das redes para deixar tudo igual. A partir daí foi ataque contra defesa.

O time alagoano foi desperdiçando uma oportunidade atrás da outra, até que fez o segundo aos 47 minutos. Rafinha jogou a bola para dentro da área, Rodrigo Pimpão ajeitou na medida para Yago, que só teve o trabalho de empurrar para o gol, sem dar tempo para uma possível reação do rival.

TEVE MAIS…
O segundo tempo não foi muito diferente. O CSA continuou melhor e precisou de apenas sete minutos para fazer o terceiro. Marquinhos deu bela bola para Rafinha, que ajeitou e chutou cruzado para fazer mais um no Rei Pelé.

Apesar da desvantagem, o Náutico não desistiu e começou a abafar. Erick recebeu dentro da área e chutou. A bola bateu em Cleberson em cima da linha. Gilson Kleina colocou o time no ataque. A pressão foi total. Em uma das oportunidades, Paiva chutou e ficou no milagre do goleiro Matheus Mendes.

O gás do Náutico acabou no final. O CSA voltou a dominar e criou as melhores oportunidades dos minutos finais, a exemplo da cabeçada de Pedro Lucas, como manda o figurino, que acabou na defesa de Jefferson.

PRÓXIMOS JOGOS
Na próxima rodada, o CSA enfrenta o Guarani na sexta-feira, às 19h15, no estádio Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas (SP). No mesmo dia e horário, o Náutico recebe o Avaí nos Aflitos, em Recife (PE).