Cruzeiro empata com CSA e mantém vantagem na liderança da Série B

COMPARTILHE
Por: Hoje em Dia  Data: 21/07/2022 às 05:59
Fonte de Imagem: Divulgação Cruzeiro

O Cruzeiro empatou com o CSA, em Maceió, por 1 x 1, e fechou o primeiro turno como líder absoluto, com 7 pontos a mais que o Vasco, segundo colocado, e 14 a mais que o Tombense, que está em quinto lugar. A Raposa chegou aos 42 pontos, com um aproveitamento espetacular de 73,6%. Mas não foi desta vez que caiu o tabu contra o time alagoano. A última vitória do Cruzeiro sobre o CSA foi na primeira fase da Copa do Brasil de 2013, 3 a 0, em Maceió. De 2019 pra cá, foram sete jogos, com quatro vitórias do CSA e três empates.

O jogo
O Cruzeiro teve um desfalque de última hora. Rafa Silva, com incômodo na coxa, foi substituído pelo garoto Breno. O CSA foi pra cima e, logo no primeiro minuto, Giva Santos chutou forte, de fora da área, mas Rafael Cabral segurou firme. O time alagoano não saía do campo de ataque e Gabriel mandou uma bomba por cima, com perigo.

O campo muito molhado, por causa da chuva, dificultava o toque de bola das duas equipes, mas logo na primeira vez que o Cruzeiro chegou à área adversária saiu o gol. Cruzamento da esquerda de Matheus Bidu e a bola sobrou para o atacante Luvannor abrir o placar, 1 x 0. E o Luvannor ganhou moral e quase marcou o segundo. O goleiro do CSA fez grande defesa.

O CSA pressionava, em busca do empate, mas as finalizações eram ruins. Numa delas, Lucas Barcelos, sozinho na grande área, cabeceou para fora. Aos 32, o time alagoano voltou a chegar com perigo. Osvaldo arriscou de longe, a bola desviou em Luís Felipe e saiu para escanteio.

Aos 44, Edson fez falta dura em Rômulo e levou cartão amarelo. O técnico Paulo Pezzolano reclamou muito, levou o cartão amarelo e logo depois tomou o cartão vermelho. O treinador havia sido expulso também contra o Fluminense, pela Copa do Brasil. O jogo foi retomado e Matheus Bidu cruzou com perigo, com a bola passando por todo mundo na pequena área.

No segundo tempo, o Cruzeiro começou melhor, mas no contra-ataque, o CSA empatou. Lucas Barcelos tocou no cantinho esquerdo, na saída de Rafael Cabral, 1 x 1. O Cruzeiro reclamou que Diego Renan havia feito um pênalti em Luvannor, no ataque celeste, mas o VAR acabou confirmando o gol.

Aos 8 minutos, em novo contra-ataque do CSA, Gabriel recebeu sozinho, dentro da área e chutou para fora, perdendo a chance de virar o jogo para a equipe alagoana. E só dava CSA. Lucas Barcelos chutou e Rafael Cabral desviou para escanteio. O Cruzeiro respondeu aos 13 minutos. Luvannor subiu mais que a defesa e cabeceou. A bola quicou no gramado e o goleiro do CSA jogou para escanteio.

Lucas Barcelos, de novo, entrou na área e obrigou Rafael Cabral a mandar para escanteio. As duas equipes continuaram tentando o gol da vitória, mas ninguém conseguiu chegar lá. Aos 40 minutos, Lourenço chutou de fora da área e Rafael Cabral segurou firme. Aos 44, foi a vez de Felipe Machado arriscar e a bola passou com perigo. Final, CSA 1 x 1 Cruzeiro. A Raposa volta a campo no sábado, quando vai enfrentar o Bahia, às 16h, no Mineirão.

FICHA TÉCNICA

CSA 1 X 1 CRUZEIRO

CSA: Marcelo Carné; Diego Renan, Wellington, Lucão e Edson; Geovane, Giva Santos (Igor) e Gabriel; Lucas Barcelos (Bruno Mezenga), Osvaldo (John Mercado) e Rodrigo Rodrigues (Lourenço).

Técnico: Alberto Valentim

Cruzeiro: Rafael Cabral; Rômulo, Luís Felipe (Oliveira), Wagner Leonardo, Matheus Bidu (Rodolfo); Neto Moura, Felipe Machado e Adriano (Pedro Castro); Daniel Júnior (Leo Pais), Luvannor e Breno

Técnico: Paulo Pezzolano 

Motivo: 19ª rodada da Série B
Data: 20 de julho de 2022 (quarta-feira)
Local: Maceió
Estádio: Rei Pelé
Arbitragem: Flávio Rodrigues de Souza, auxiliado por Danilo Manis e Gustavo Rodrigues de Oliveira
VAR: José Cláudio Rocha Filho
Cartões amarelos: Luís Felipe, Rafael Cabral (Cruzeiro); Giva Santos, Edson, Lucas Barcelos (CSA)
Cartão vermelho: Paulo Pezzolano (Cruzeiro)
Gols: Luvannor (13 min. do 1º tempo), Lucas Barcelos (2 min. do 2º tempo