CRB vence Chapecoense no Estádio Rei Pelé em Maceió

COMPARTILHE !!
Por: Gazeta Esportiva  Data: 05/10/2022 às 06:15
Imagem: GE

Pela 33ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, CRB e Chapecoense se enfrentaram na noite desta terça-feira, no Estádio Rei Pelé, em Maceió (AL). Anselmo Ramon marcou duas vezes para garantir a vitória dos donos da casa por 2 a 1. Xandão diminuiu para os visitantes.

Assim, o clube alagoano põe fim a uma sequência de três derrotas seguidas, chega aos 43 pontos e se tranquiliza na tabela de classificação. Agora, na 11ª posição, fica apenas a dois pontos dos 45, considerada pontuação de segurança para a permanência na Série B.

Por outro lado, os catarinenses se complicam na briga contra o rebaixamento. Com uma sequência instável, com derrotas e vitórias, a equipe permanece com 38 pontos e cai para a 15ª colocação. A vantagem para o Operário, primeiro clube dentro do Z4, é de apenas três pontos. Além disso, o 16º colocado Novorizontino joga ainda nesta terça e pode ultrapassar o adversário alviverde.

Pela próxima rodada, portanto, o CRB visita o Tombense, às 18h30 (de Brasília) de sábado, em Muriaé (MG). Um pouco mais cedo, a Chapecoense enfrenta o Operário, em confronto direto contra a zona da degola, a partir das 11 horas, em Chapecó (SC).

O duelo entre CRB e Chapecoense
Empurrada pela torcida alagoana, e buscando ficar ainda mais perto da permanência na Série B, o CRB partiu para o ataque. Dessa forma, logo aos nove minutos, os donos da casa tiveram grande chance com Rafael Longuine puxando o ataque pela esquerda e arriscando de fora da área. No rebote do goleiro Saulo, Reginaldo parou na defesa catarinense.

No lance seguinte, após cobrança do escanteio, os jogadores do CRB reclamaram de um possível toque de mão da defesa da Chapecoense. O VAR então chamou para a análise do lance e a arbitragem assinalou pênalti do volante Marcelo Freitas, que recebeu amarelo pela infração.

O centroavante Anselmo Ramon foi para a batida e não desperdiçou. Cobrou no canto direito, no alto do gol de Saulo, e abriu o placar em Maceió. O camisa nove, além de quebrar um jejum de gols que já durava um mês, fez valer a lei do ex.

Antes do fim do primeiro tempo, a Chapecoense também teve um pênalti a seu favor para tentar empatar a partida. Aos 39, Gilvan empurrou Thomás dentro da área e o árbitro marcou a penalidade. Na cobrança, entretanto, Perotti parou no goleiro Diogo Silva, que fez a defesa e impediu a igualdade.

Um gol para cada lado na segunda etapa
Na volta do intervalo, o CRB manteve a postura ofensiva e precisou de apenas dez minutos para ampliar a vantagem. Reginaldo recebeu na direita, avançou e cruzou rasteiro. Anselmo Ramon então apareceu no meio da área, livre, para concluir de primeira e fazer o segundo dos alagoanos – o segundo dele no jogo.

Por fim, quando o CRB parecia estar tranquilo com o resultado, a lei do ex prevaleceu outra vez e a Chapecoense diminuiu. Thomás cobrou escanteio na pequena área e o zagueiro Xandão, que passou pelo CRB em 2021, antecipou o goleio Diogo Silva e cabeceou para o fundo das redes.