Covid Alagoas dia 16/04: Jovem de 23 anos sem comorbidades está entre os 23 novos mortos pelo vírus

COMPARTILHE
Por: Com Ascom SESAU/AL  Data: 16/04/2021 às 17:35
Fonte de Imagem: Alexandre Brum

O Boletim Epidemiológico da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), desta sexta-feira (16), confirma mais 597 novos casos de Covid-19 em Alagoas. Agora o estado tem um total de 164.404 casos confirmados do novo coronavírus. 2.930 estão em isolamento domiciliar, outros 156.735 pacientes já finalizaram isolamento, não apresentam mais sintomas e estão recuperados da doença. Há 9.781 casos em investigação laboratorial.

Foram registradas 23 mortes em território alagoano nas últimas 24 horas. Alagoas tem 3.921 óbitos por Covid-19.

Veja o boletim de ontem, Covid Alagoas dia 15/04: Mais 24 mortos pelo vírus, 12 no interior. Para ter acesso ao boletim epidemiológico, baste clicar neste link e baixar os dados da Covid-19.

Óbitos – No boletim de hoje foram confirmadas 13 vítimas na capital e 10 do interior. As vítimas de Maceió eram seis homens de 23, 73, 76, 79, 81 e 94 anos e sete mulheres, sendo uma de 63, uma de 69, três de 75, uma de 84 e uma de 91 anos.

O homem de 23 anos não tinha comorbidades e morreu no Hospital Metropolitano de Alagoas (HMA), em Maceió; o de 73 tinha doença cardiovascular, artrose e morreu no Hospital Veredas, o de 76 era diabético e morreu em seu domicílio, o de 79 era diabético e morreu no Hospital da Mulher (HM), o de 81 anos não tinha comorbidades e morreu no Hospital da Mulher (HM), o de 94 anos não tinha comorbidades e morreu também no Hospital da Mulher (HM), a mulher de 63 anos tinha diabetes, doença cardiovascular e morreu em seu domicílio, a de 69 não tinha comorbidades e morreu na Santa Casa de Maceió; a primeira de 75 anos era hipertensa e morreu no Hospital Metropolitano de Alagoas (HMA), a segunda era diabética e morreu no Hospital Veredas, a terceira tinha doença cardiovascular e morreu na Santa Casa de Maceió; a de 84 anos era hipertensa e morreu no Hospital Metropolitano de Alagoas (HMA), e a de de 91 anos não tinha registro de comorbidades e morreu no Hospital da Mulher (HM).

As 10 vítimas que residiam no interior, eram cinco homens de 62, 66, 68, 72 e 79 anos e cinco mulheres de 38, 57, 64, 68 e 74 anos. O homem de 62 anos, morava em Olho d’Água das Flores, não tinha comorbidades e morreu no Hospital Chama, em Arapiraca; o de 66 morava em Arapiraca, tinha hipertensão e também morreu no Hospital Chama, o de 68 residia em Viçosa, não tinha comorbidades e morreu no Hospital Metropolitano de Alagoas (HMA), o de 72 morava em Roteiro, era cardiopata, diabético, tinha doença renal crônica, hipertensão e morreu na Santa Casa de São Miguel dos Campos, o de 79 morava em Flexeiras, tinha hipertensão e morreu no Hospital Metropolitano de Alagoas (HMA), a mulher de 38 anos, morava em Arapiraca, era hipertensa, obesa e morreu no Hospital Chama, a de 57 morava em São José da Tapera, não tinha comorbidades e morreu no Hospital Clodolfo Rodrigues, em Santana do Ipanema; a de 64 anos, era de Paripueira, tinha hipertensão e morreu no Hospital Metropolitano de Alagoas (HMA), a de 68 também morava em Paripueira, era ex-tabagista e morreu no Hospital da Mulher (HM), a de 74 anos, era de Traipu, tinha hipertensão, obesidade e morreu Hospital Regional de Arapiraca.